Como fazer uma entrevista por vídeo perfeita?

Os modelos tradicionais de recrutamento e seleção têm cada vez mais aberto espaço para recursos tecnológicos. Em meio a esse movimento, a vídeo entrevista é uma opção em uso. A modalidade cresce cada vez mais, graças à sua praticidade, sua funcionalidade e à economia de custos e de esforços.

Para realizá-la com competência, no entanto, é preciso ter todos os recursos. Bons equipamentos, cuidados básicos e, principalmente, sistemas especializados fazem toda diferença para o setor de RH.

A preparação adequada permite ter os melhores resultados sem que o candidato precise se deslocar até a empresa. Neste post você vai entender melhor como funciona a entrevista de vídeo e como executá-la com sucesso. Confira!

Como funciona a vídeo entrevista?

Após a triagem inicial de candidatos, o próximo passo na seleção é a entrevista. Parte fundamental, é nela em que há uma avaliação mais direta do profissional por parte do RH. No modelo tradicional, o candidato deve ir à empresa ou locais selecionados para passar por essa etapa do processo, mas é possível fazer melhor.

A entrevista por vídeo é uma tendência que está sendo cada vez mais adotada. Ela pode funcionar de duas maneiras bem simples: ao vivo ou gravada, na qual o candidato tem acesso às perguntas do recrutador e, com um tempo limite, deve responder a cada uma delas.

Vale lembrar que a intenção não é substituir completamente a conversa presencial: em tempos normais, sem os riscos do Coronavírus, um encontro presencial é muito válido em outras etapas, como na realização de testes ou mesmo entrevistas de fases mais avançadas.

Quais sistemas e procedimentos são utilizados?

Atualmente, as entrevistas por vídeo gravadas são realizadas dentro do ambiente de sistemas especializados de RH. Os colaboradores do setor podem cadastrar perguntas específicas de acordo com cada uma das vagas anunciadas. Nesse momento é definido também quanto tempo o candidato tem para responder.

Também pode ser concedida ou não a possibilidade de o candidato regravar o vídeo que fez. Essa é uma grande vantagem oferecida a eles nesse tipo de entrevista. Fica a cargo do setor de RH dar essa chance. Outros pontos relevantes sobre esse sistema e os procedimentos são:

Disparo de entrevista aos selecionados

Após definir perguntas, tempo de resposta e autorizar ou não a regravação, é hora de fazer o disparo do mecanismo de entrevista aos candidatos selecionados na primeira triagem. O recrutador faz esse envio de forma automatizada com um texto padrão para todos os candidatos.

No e-mail há também todas as instruções e o acesso para realizar a entrevista, além de haver o detalhamento de prazo, tempo de resposta e outras questões de relevância. O candidato pode realizar por webcam em computadores (desde que tenha microfone), smartphones ou tablets.

Integração com aplicativos

Os melhores sistemas de RH também têm aplicativos integrados a eles. Esse recurso permite que os profissionais entrevistados os baixem e realizem a entrevista por meio da ferramenta. Isso facilita muito o processo para o candidato e todo o material que ele gerar é enviado ao sistema. O acesso pelo recrutador é normal.

Que ações ligadas à internet e segurança são necessárias?

Basicamente, para realizar uma boa entrevista de vídeo é necessário ter uma conexão estável e bons recursos de segurança. A proteção de dados, tanto do candidato quanto da empresa, é fundamental. As preocupações, no entanto, diminuem quando um sistema qualificado é utilizado, como o do Compleo.

Ele tem seus próprios parâmetros e recursos de preservação de informações que são utilizados em diversas etapas de trabalho. A plataforma de RH do Compleo é completa e presta suporte amplo a todas as demandas específicas do departamento.

Como preparar o candidato para uma boa gravação?

Também é papel dos recrutadores preparar os candidatos adequadamente. O sistema de entrevista por vídeo é simples e prático, mas algumas orientações tornam o processo ainda mais positivo para os dois lados.

e-mail de disparo do acesso à entrevista leva detalhamentos gerais de como gravar as respostas por vídeo. Além disso, cada profissional também tem acesso à algumas dicas, visando o melhor desempenho e o registro de suas falas diante das câmeras.

Durante a entrevista o candidato também tem orientações e apontamentos que o ajudam a se situar no processo. Cada etapa é indicada em relação ao total, por exemplo, “1 de 5 perguntas”. Ele também consegue ver na tela qual o tempo máximo que tem para respondê-las.

De maneira simples, o candidato aceita os termos de condições e é transferido para uma tela de gravação. Ele é orientado a apertar um botão de início de gravação e então a começar suas respostas.

Quais as principais vantagens da vídeo entrevista?

Agora você já conhece mais detalhes sobre a vídeo entrevista, especialmente na modalidade gravada. Quando ela se adéqua ao perfil dos candidatos e é aplicada corretamente, no momento certo do processo, torna-se uma opção muito prática para a sua empresa. A seguir, destacamos algumas das suas vantagens.

Reduzir processos presenciais desnecessários

Por que receber candidatos na sua empresa se pode entrevistá-los remotamente? Organizar essa recepção requer esforços e custos, o que sempre é um peso para as organizações. Por vídeo, o planejamento é mais simples e os custos são menores.

gestão de talentos na TIPowered by Rock Convert

Entrevistar um número maior de candidatos

É difícil entrevistar vários candidatos em um dia, por exemplo. Isso faz com que o processo seletivo dure bastante tempo, atrapalhando o andamento dos processos do RH. Ao fazer por vídeo, mais candidatos podem ser avaliados diariamente, diminuindo o tempo do processo.

Comparar candidatos por meio de perguntas padronizadas

As entrevistas por vídeo podem levar aos candidatos perguntas padronizadas, visando um comparativo posterior. Essa possibilidade é fundamental para avaliar como diferentes pessoas reagem aos mesmos questionamentos, o que faz muita diferença na hora de escolher o candidato certo.

Avaliar com suporte de vários colaboradores

Entrevistas nunca têm a presença de vários recrutadores, já que isso é inviável devido às outras demandas do setor de RH. Contudo, na entrevista por vídeo é possível que mais pessoas estejam envolvidas no processo. O suporte de mais colaboradores permite outras percepções e uma decisão mais acertada.

Fazer transcrições de conteúdo e análises de expressões

A tecnologia se faz presente em níveis mais avançados no sistema do Compleo. Ele transcreve toda a fala do candidato nas respostas para texto, facilitando uma análise posterior. Além disso, a plataforma faz análises de emoções por meio das expressões dos candidatos devido ao suporte de inteligência artificial.

Alcançar candidatos de outras cidades

É muito comum que recrutadores precisem abrir mão de bons candidatos por conta de entrevistas presenciais. Muitos deles têm disponibilidade de mudança, mas viajar para fazer a entrevista é um problema. Realizar a etapa por vídeo elimina esse empecilho e permite avaliar mais pessoas capacitadas.

Possibilidade de assistir novamente

Tanto a vídeo entrevista ao vivo quanto a gravada trazem essa vantagem. Basta informar ao candidato, no caso da conversa ao vivo, e pedir a permissão para a gravação. Esse recurso pode contribuir muito para a escolha de quem segue para a próxima fase, já que o recrutador tem a chance de analisar o material mais de uma vez.

Como tornar um vídeo entrevista ainda mais eficiente?

Para uma contratação acertada, a entrevista por vídeo deve ser realizada de modo adequado, exigindo alguns cuidados técnicos e analíticos. Uma boa plataforma, com som e imagem de qualidade, faz toda a diferença. O ambiente também precisa ser apropriado no caso da conversa ao vivo, evitando interrupções ou barulho excessivo. Como recrutador, lembre-se aprender a usar os recursos com antecedência, para não se atrapalhar no momento.

Claro, planejar as perguntas e definir a estrutura da entrevista ainda são passos fundamentais. A seguir, reforçamos algumas dicas válidas para prestar atenção. Confira!

Veja se o candidato estudou sobre a empresa

Essa é uma das formas de perceber o interesse e o comprometimento do candidato. Questione-o sobre seus conhecimentos a respeito da empresa, averiguando se ele sabe sobre a cultura e a área de atuação, por exemplo.

Analise o marketing pessoal

Durante a entrevista ou ao assistir o vídeo, é importante ficar atento a fatores que vão além das respostas em si. Como o candidato se apresenta? Ele demonstra conhecimentos e interesse pela vaga? Como fica sua postura? É possível observar também se o ambiente em que ele se encontra está bem organizado. Esses pontos podem indicar se a pessoa se preparou para o momento, ou mesmo sinalizar traços da sua personalidade.

A questão não é julgar ou condenar o candidato por fatores isolados, mas sim coletar diferentes informações. A junção de elementos coletados, incluindo respostas e outras questões, é o que vai demonstrar se o participante está apto a passar para a próxima etapa.

Observe se o candidato está motivado

Para verificar se um candidato está motivado para a vaga, você pode inserir perguntas sobre seu interesse, além de se atentar aos seus comportamentos. Afinal, a linguagem não verbal também pode dar indícios de como a pessoa está se sentindo.

Tome cuidado, porém, para não confundir desinteresse com nervosismo: é normal que um candidato esteja ansioso durante a entrevista, especialmente se for ao vivo. É interessante que o recrutador aprenda mais sobre o assunto da linguagem corporal e entenda que um aspecto não tem sempre o mesmo significado.

Considere a pontualidade

É importante que tanto o candidato quanto o recrutador tenham pontualidade. Esse é mais um fator que sinaliza o compromisso do entrevistado. Porém, é evidente que, em caso de atraso, é necessário ouvir as explicações e considerar que imprevistos podem acontecer, mesmo sem o deslocamento até a empresa. Caso você opte pela entrevista gravada, envie as informações e links dentro do prazo marcado, observando também se o participante envia a gravação pontualmente.

Avalie habilidades e experiências

Assim como em entrevistas presenciais, avaliar habilidades e perguntar sobre experiências passadas é uma parte importante. Você pode questionar sobre os desafios em empregos anteriores ou sobre como a pessoa lida com determinadas situações, por exemplo. Se o entrevistado está entrando agora no mercado de trabalho, as perguntas podem abordar a escola, a faculdade ou sobre a vida. Você pode abordar, por exemplo, como ele lida com desafios.

Por que escolher o Compleo?

Referência em plataformas para a área de RH, o Compleo tem diversos recursos para ajudá-lo a lidar com desafios da área. Dentro de seu sistema, há inclusive a opção das entrevistas por vídeo. Ele se integra com o aplicativo e recebe o conteúdo das respostas dos candidatos logo após a conclusão do processo.

O Compleo Video é um software especializado que confere todas essas possibilidades que você viu ao longo deste conteúdo. Análises com inteligência artificial, disparo dos comunicados por e-mail, transcrição dos conteúdos e, no geral, um processo seletivo otimizado. A vídeo entrevista não é o futuro, mas a realidade atual dos recrutamentos. Empresas que adotam essa possibilidade têm maior agilidade, transparência e, principalmente, mais qualidade na captação de talentos.

Esperamos que tenha gostado dessas dicas e informações. Entre em contato conosco e saiba mais sobre o Compleo Video!

Compleo Vídeo


About

Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment