Entenda a importância da avaliação de candidatos no processo de RH

Fazer um processo de seleção bem-feito pode ser um desafio para da área de Recursos Humanos. A avaliação de candidatos é extremamente importante a fim de que a contratação e o preenchimento dos cargos sejam otimizados e altamente positivos.

As condições mais avaliadas dos candidatos estão no campo físico, comportamental e psicológico, fatores imprescindíveis para saber as capacidades de adaptação do indivíduo para a função ofertada. É por meio de uma acertada avaliação que serão identificados aqueles candidatos que exibem mais qualificações, com base em suas habilidades, conhecimentos e postura.

Entenda melhor sobre a importância de todo esse processo e conheça formas eficazes de avaliação, as quais podem ser aplicadas aos candidatos com os quais você se depara em seus processos de RH.

Quais são os processos mais eficazes para recrutamento?

A fim de recrutar uma equipe talentosa, engajada e que atenda a todas as necessidades da empresa, os processos de recrutamento precisam ser aperfeiçoados de maneira que se tornem mais eficazes, especialmente acompanhando o ritmo e as exigências do mercado.

Os processos tradicionais podem ser substituídos por ferramentas incríveis e que trazem resultados poderosos para essas etapas, minimizando os erros nas escolhas dos candidatos e, até mesmo, o custo e o tempo dispensados nessa iniciativa. Conheça alguns deles:

Rede on-line de talentos

Esse instrumento on-line vem para substituir o tradicional envio de e-mails a fim de concorrer a um trabalho oferecido no site da empresa, por exemplo. O envio de material dos candidatos por meio desse canal oportuniza a interação entre os eles, os colaboradores atuais e os consumidores mais fiéis.

Em uma página específica do site, são publicados tanto os cargos disponíveis como aqueles conteúdos que são relevantes sobre o negócio, a cultura da empresa e seus produtos e serviços. Os profissionais podem montar perfis, como em uma rede social, concentrando-se em suas experiências de trabalho e formações profissionais. Isso torna o processo seletivo mais prático e dinâmico.

Investigação dos candidatos

A investigação de personalidade e caráter por meio de suas aptidões profissionais é muito utilizada pela maioria das empresas. Algumas buscam saber, até mesmo, de que forma o candidato faz uso de seus recursos pessoais ou como passa as suas férias. A ideia é que a personalidade apresentada seja a mais próxima possível daquilo que a empresa busca.

É importante considerar o ser humano presente nessa bateria de exames e questionários. A pessoa encontra-se sob uma pressão psicológica muito forte, e a empresa precisa considerar a autoestima e a dignidade do candidato, assim como o seu profissionalismo.

Testes de habilidades

Os testes de habilidades são bastante utilizados pelas empresas mais dinâmicas, pois seus resultados podem garantir respostas que outros tipos de processos não conseguem alcançar. De acordo com o perfil que a empresa busca para sua equipe, alguns métodos e testes podem delinear os candidatos ideais.

Os testes são considerados a melhor maneira de analisar se os candidatos atendem realmente às expectativas para uma determinada função.

Quais são os principais testes aplicados por profissionais de RH?

Muito além da tradicional avaliação dos materiais enviados pelos candidatos, alguns testes podem ser realizados pelas pessoas recrutadas com o objetivo de fazer uma análise ampla das habilidades dos indivíduos. Separamos alguns dos principais testes aplicados no processo:

Habilidades de escrita

A escrita está presente em qualquer função que um profissional venha a exercer. As habilidades básicas de escrita são fundamentais para que eventuais falhas de comunicação não aconteçam. Erros de português ou frases construídas de forma confusa e sem sentido acabam com a credibilidade do profissional e da empresa diante de clientes e concorrentes.

Esse teste pode ser feito por meio de uma redação escrita, acerca do cargo ou sobre as impressões do candidato a respeito da empresa. A apreciação deve ser completada a partir do seu raciocínio lógico, vocabulário e coerência.

Aptidões sociais

Uma competência essencial é a capacidade de socialização dos candidatos. É importante saber se relacionar bem com os demais colegas de trabalho, superiores e também com os clientes. Todo esse tipo de interação está presente na rotina de trabalho, por isso, os candidatos que oferecem aptidões de boa socialização saem na frente dos demais.

Esse é o espaço para a realização de dinâmicas de grupo e trabalhos em equipe. O que costuma ser avaliado é a capacidade de os candidatos se relacionarem e vencerem os obstáculos com os quais eles se deparam.

Habilidades para apresentações

Alguns cargos exigem que o profissional tenha contato mais estreito com clientes e fornecedores, ou mesmo exerçam cargos de liderança. Para isso, saber apresentar-se é fundamental, para demonstrar autoridade e confiança.

Ter habilidades para apresentações é demonstrar carisma, clareza nas informações e capacidades de improviso diante de possíveis contratempos. Nos testes, os exercícios exigem grande criatividade e um bom nível de segurança nas respostas. Pode ser pedido que o candidato traga soluções coerentes para alguns cases especiais ou cenários problemáticos.

Capacidade de desenvolvimento

A avaliação da cognição dos candidatos é feita especialmente quando o cargo envolve características operacionais ou administrativas. O foco deve ser sempre a análise de suas habilidades, competências e demais atitudes.

Para isso, é conveniente que sejam estabelecidos padrões, visando à comparação entre os candidatos, sendo possível avaliar os traços de personalidade e de desenvolvimento de cada um.

Perfil comportamental

Essencial para a formação de uma equipe produtiva, analisar o perfil comportamental dos candidatos é válido para que a empresa verifique se eles atendem a expectativas previamente estabelecidas.

As características profissionais são definidas com base nas suas atitudes e comportamentos.

Conhecimento técnico do cargo

O teste de conhecimento sobre questões técnicas costuma vir após a triagem. As provas devem ser objetivas, como um teste com temas relacionados à área de atuação. Bons exemplos são os testes de raciocínio lógico, de idiomas e de conhecimentos gerais.

As questões de raciocínio lógico podem ser uma boa tentativa de avaliar o nível de inteligência dos participantes, como em um teste de QI (quociente de inteligência), por exemplo.

Como a tecnologia pode auxiliar nos processos de avaliação?

Os processos de recrutamento podem ser longos e cansativos, tanto para os candidatos quanto para os recrutadores. A tecnologia pode ser incrivelmente útil nessa empreitada, especialmente no que diz respeito à etapa de triagem da seleção.

Por meio de plataformas digitais, a empresa consegue alcançar talentos de outras cidades e avaliar o maior número possível de candidatos. Um ótimo exemplo são as entrevistas por vídeo. Elas podem substituir eficazmente as ligações tradicionais, fazendo com que o RH ganhe tempo e poupe muitos investimentos de recursos.

Os vídeos podem ser enviados pelos candidatos, gravados ou feitos por meio de plataformas, como o Skype e o Google Hangout. Podem-se aproveitar, com ainda maior eficiência, softwares focados para RH e com recursos personalizados para as empresas. Isso facilita a vida dos recrutadores, que podem assistir e rever todo conteúdo quando for mais conveniente.

Com um sistema de avaliação de candidatos que tenha ao menos uma das etapas usando entrevistas por vídeo, os resultados serão mais direcionados e muito melhores. Quer saber mais sobre o assunto? Aproveite e siga a Compleo nas redes sociais: LinkedIn, Twitter e Facebook.


About

Leave Comment