Qual é o impacto da liderança 4.0 na empresa?

Por meio da liderança 4.0, uma empresa é capaz de fazer um uso inteligente da tecnologia em um ambiente em que os colaboradores se sentem mais confortáveis para desempenhar suas atividades. É uma situação que se reflete positivamente em seus níveis de produtividade e rentabilidade.

Em um mercado acirrado, em que a competição entre empresas se torna mais elevada a cada dia, alguns fatores, como o capital humano e o nível de atualização do negócio, têm grande influência sobre o sucesso de uma companhia. Nesse novo cenário, a liderança 4.0 surgiu como uma solução capaz de otimizar a gestão de colaboradores interligando esses dois elementos.

Por meio dela, uma companhia é capaz não apenas de garantir que seus funcionários estão usando, de modo adequado, as ferramentas tecnológicas que estão à sua disposição, mas também que o ambiente de trabalho é adequado para a execução de suas atividades, ou seja, menos sujeito a atritos e a situações estressantes.

Graças a tais características, o novo modelo de gestão tende a gerar diversos benefícios para as companhias! Você gostaria de saber mais sobre esse assunto? Leia o artigo e descubra como a liderança 4.0 pode impactar a sua empresa!

Afinal, o que é liderança 4.0?

O avanço da tecnologia e o fluxo constante de inovações abriram espaço para uma série de ferramentas úteis, cada uma delas com um grande potencial para simplificar tarefas e, assim, elevar a sua execução.

A grande questão é que, por mais funcional que seja uma ferramenta, seus benefícios não podem ser auferidos se não existir alguém capacitado para utilizá-la. Portanto, os colaboradores são de suma importância para o sucesso da companhia.

Levando esse fato em consideração, a liderança 4.0 visa a ir muito além de simplesmente adotar a tecnologia em favor da empresa e procurar criar um ambiente mais humano, um espaço em que o colaborador se sente à vontade o bastante para desempenhar suas tarefas com mais eficiência.

Diferentemente dos modelos antigos de liderança, a gestão 4.0 não enxerga o colaborador como um simples ativo que pode ser substituído, mas o encara como um importante talento que pode contribuir para o futuro da empresa, de modo que cultivá-lo é muito importante.

Por essas razões, podemos alegar que a liderança 4.0 é um modelo de gestão que visa a combinar a inteligência da tecnologia a práticas de gestão mais humanizadas, criando um ambiente propício para o trabalho de seus colaboradores.

Quais as vantagens desse modelo de gestão?

Como é de se imaginar, esse novo modelo de gestão conta com uma série de vantagens! Continue a leitura e descubra algumas delas!

Visibilidade no mercado

Ao fornecer, a seus colaboradores, um ambiente humanizado em que eles podem exercer suas tarefas menos expostos a fatores negativos, como o estresse, o novo modelo de gestão torna a companhia mais interessante para os colaboradores, o que tende a trair um número maior de talentos para o seu quadro de funcionários.

Portanto, não é um exagero dizer que, ao integrar os conceitos desse novo modelo de liderança à sua cultura organizacional, uma companhia se torna capaz de atrair pessoal capacitado com maior facilidade.

Aumento de níveis de produtividade

O uso de ferramentas tecnológicas tem a capacidade de simplificar a realização de diversas tarefas, o que abre espaço para que elas sejam executadas de um modo mais simples e ágil, de maneira que sua implementação já tem o potencial de elevar os níveis de produtividade de uma empresa, quando esse potencial é combinado com colaboradores engajados e capacitados, porém essa otimização se torna muito mais intensa.

Na prática, isso significa que o conceito de liderança 4.0, quando adotado de modo correto, é capaz de elevar significativamente a produtividade de um negócio, o que obviamente impacta, de modo positivo, a sua rentabilidade.

Quais características um líder 4.0 precisa cultivar?

É importante ressaltar, porém, que, para que a liderança 4.0, de fato, seja implementada corretamente, o time de gestores precisa ser capacitado. Além disso, é necessário que os líderes tenham qualidades, como as seguintes:

  • resiliência para enfrentar situações complexas sem se abater ou perder a calma;
  • flexibilidade o bastante para que sejam capazes de se adaptar às mudanças e de responder com mais facilidade a problemas;
  • empatia, uma qualidade indispensável para que se coloquem no lugar do colaborador, o que lhes permite compreender sua posição e, assim, pensar em soluções para gerenciá-los de forma mais humana e produtiva.

Embora nem todos tenham essas qualidades desde o seu nascimento, o ser humano tem a capacidade de aprender, de modo que elas podem ser cultivadas com o passar do tempo. É interessante que, além de incentivar seus colaboradores a se capacitarem, o que também é indispensável, o gestor os inspire a cultivar tais qualidades.

Tomando esse cuidado, ele será capaz de abrir espaço para um novo time de líderes alinhados às novas demandas do mercado, o que pode ser considerado uma vantagem competitiva.

Como implementar a liderança 4.0?

O processo de atualização nas práticas de gestão deve ser feito de modo cuidadoso. É interessante que ele seja monitorado por meio de indicadores, o que permite que seus resultados sejam mensurados e analisados. Sua implementação exige um conjunto de práticas, dentre as quais, podemos citar as elencadas a seguir.

Feedbacks constantes e positivos

O papel do líder é guiar o time de colaboradores para que eles cumpram as tarefas definidas pela empresa e sejam capazes de usar plenamente seu potencial. Para que isso ocorra, é necessário que o líder se comunique com o time e informe a ele tanto os seus pontos positivos quanto os negativos. Além disso, ele deve orientá-lo para que se torne mais eficiente.

É fundamental, porém, que esse feedback seja positivo, ou seja, o gestor precisa sempre ser respeitoso e deixar claro que não existe nenhum problema pessoal entre eles. Nesse contexto, é importante ressaltar que algumas práticas, como informar a um colaborador sobre um erro que ele cometeu diante de seus colegas, são equivocadas e podem afetar negativamente o desempenho da equipe como um todo.

Transparência

Em um modelo de liderança 4.0, o funcionário não é deixado no escuro. Em vez disso, ele é devidamente informado a respeito dos objetivos do time e entende o impacto que suas ações têm sobre o resultado da equipe. Essa característica também gera um nível maior de confiança entre o colaborador e o gestor, o que obviamente é benéfico para a companhia.

Inovações constantes

Outra característica importante da gestão 4.0 é a sua ligação com a inovação, portanto, é necessário que os líderes estejam atentos às evoluções do mercado e que sejam capazes de comunicá-las a seus colaboradores, de modo que toda a equipe se mantenha qualificada e atualizada.

O futuro já começou e, por meio de determinadas ações, como o uso da tecnologia, uma empresa é capaz de elevar seus resultados. Para que isso ocorra, porém, é importante que o time de colaboradores receba a atenção necessária. Portanto, o setor de Recursos Humanos é indispensável na atualização da gestão.

Depois de ler este artigo, você aprendeu os impactos da liderança 4.0. O que acha de receber mais informações relevantes? Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo útil!

onboarding online

About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment