Qual a importância dos laudos psicológicos no RH? Entenda

Conhecer mais a fundo uma pessoa que se candidata a uma posição na empresa é importante para saber suas motivações, qualificações e convicções. Algumas avaliações são fundamentais dentro dessas necessidades, e uma delas é o laudo psicológico. Ele é ferramenta fundamental para o trabalho do setor de RH.

A importância dos laudos apresenta-se em diversos momentos, do processo seletivo até outras demandas rotineiras de gestão e desenvolvimento de pessoas. Os laudos apontam características e quadros específicos que devem ser avaliados profundamente pelos profissionais de RH.

Neste post, você entenderá mais sobre os laudos psicológicos e como eles são importantes na gestão de pessoas. Confira!

Captar profissionais preparados no processo seletivo

O processo de recrutamento de uma empresa é feito dentro de bases sólidas, ou seja, parâmetros para a contratação. Um profissional é avaliado dentro de várias perspectivas, desde os fatores técnicos e de qualificação até seu quadro psicológico.

O RH precisa entender como o cargo em questão exige preparo mental do profissional. Nem todas as profissões são simplesmente estar à frente de um computador resolvendo demandas ao longo do dia. Até mesmo nesses casos, dependendo da posição, a exigência psicológica é acima do normal.

Os laudos psicológicos ajudam o setor a entender em qual situação atual encontra-se o profissional que se candidatou à determinada vaga. A partir das informações levantadas no laudo, é possível entender como essa pessoa se encaixaria.

Profissões que envolvem risco do colaborador ou de terceiros são bons exemplos da necessidade maior de aplicação do laudo no recrutamento.

Treinar os colaboradores de acordo com as demandas

A área de treinamento é também de grande importância dentro das empresas, já que conduz o desenvolvimento de colaboradores dentro de demandas específicas. Novos sistemas, necessidades de aprimoramento técnico e outras situações tornam o treinamento indispensável.

Junto a ele, o laudo psicológico dá suporte para que a absorção do conhecimento seja mais proveitosa por parte do colaborador.

A ferramenta ajuda a ter um entendimento das características pessoais e emocionais do profissional, e, a partir disso, uma abordagem mais específica pode ser feita de acordo com seu perfil.

Diante das necessidades e condições particulares de cada pessoa, o RH entende mais profundamente quais colaboradores serão mais ou menos impactados pelo treinamento. Essa análise torna a oferta de informações mais certeira, o que garante o preparo adequado do colaborador.

Desenvolver os profissionais a longo prazo

Mais do que simplesmente contratar e gerenciar a relação entre empresa e colaborador, o RH tem o papel de desenvolver o material humano.

Os profissionais do setor têm em suas metas extrair o máximo de cada funcionário da empresa. Apesar de ser parte da rotina, essa busca é um desafio.

Em meio a isso, o laudo psicológico é parte da base de registros fundamentais para que a gestão de pessoas conheça profundamente cada um dos colaboradores. É justamente por esse motivo que, logo na contratação, é feito um laudo para detectar as subjetividades e características detalhadas de cada um.

Esse é o início de um trabalho que, a longo prazo, proporá o desenvolvimento dos profissionais da empresa.

Toda e qualquer ação do RH no suporte à evolução dos colaboradores só é feita de acordo com o que o laudo aponta. Isso garante um trabalho certeiro e que realmente resulta em desenvolvimento pessoal.

Realocar dentro de diferentes cargos

Ainda que o profissional tenha formação, qualificação e escolheu determinada área para seguir carreira, uma vez que ele está dentro de uma empresa, pode mostrar qualidades para outros departamentos. A questão é que isso depende de um trabalho de observação contínuo do setor de RH.

Gerir pessoas vai além da busca por mantê-las engajadas e em desenvolvimento na área em que escolheram. A análise inicial, com suporte do laudo psicológico, e contínua ajudam a detectar possibilidades de direcionamento de um colaborador a outros setores. Entretanto, para isso, é importante ter uma base sólida para a decisão.

O laudo psicológico é o ponto de partida disso. Ainda que o RH detecte essa possibilidade de realocação, as questões subjetivas também são importantes. Mais do que a qualificação, o preparo psicológico também conta antes de uma mudança.

Por isso, o laudo é fundamental para o entendimento de como seria o desempenho do colaborador nesse novo desafio.

Controlar a taxa de turnover

O fluxo de saídas de funcionários de uma empresa pode sempre reapresentar problemas, e o pior, de várias espécies: financeiro, estratégico e até mesmo de credibilidade, uma vez que isso se torna público ao mercado.

Uma das razões para demissões e pedidos de saída é a falta de adequação às exigências de um cargo. Isso pode disparar taxas de turnover!

O ponto em questão não se trata só de qualificação, mas também de preparo psicológico. Se, no recrutamento, o time não foi capaz de entender as limitações do profissional, há uma brecha para que, no futuro, ele se mostre despreparado.

Nem todos têm capacidade de lidar com determinadas pressões ou responsabilidades que alguns cargos exigem.

O laudo psicológico traz uma análise aprofundada que ajuda a entender se o profissional está pronto para ocupar o cargo a que se propõe. Assim, as chances de uma saída precoce reduzem muito!

Realizar avaliações periódicas

As avaliações periódicas são comuns e, assim como os feedbacks, ajudam a entender como anda o rendimento do colaborador diante das demandas. Para que ele desempenhe um bom trabalho, é necessário também estar bem mentalmente.

Nesse caso, o laudo psicológico será uma atualização da primeira avaliação feita no momento de contratação do colaborador.

É um acompanhamento periódico que indica como essa pessoa tem se desenvolvido e se há algum impacto da rotina do trabalho em suas questões psicológicas.

Essas avaliações contínuas são fundamentais para detectar qualquer problema que possa afetar o rendimento e o desenvolvimento do colaborador. Essa preocupação é papel do RH e parte relevante do trabalho de gestão de pessoas.

Independentemente do momento, laudos psicológicos é uma ferramenta de suporte indispensável ao RH. Esses documentos permitem uma análise subjetiva de cada profissional, o que garante melhor alocação, desenvolvimento e assegura a entrega de resultados, pelo menos inicialmente.

Gostou do assunto? Agora entenda mais sobre como a transformação digital é um desafio às empresas!


About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment