Marca do empregador: Por que ela pode ajudar a sua empresa?

Em 2014, o LinkedIn  realizou uma pesquisa com 18.000 profissionais dos Estados Unidos e divulgou que 56% deles disseram que o fator mais importante no momento da escolha de um novo emprego é a reputação da empresa como um bom local de trabalho.

Em outra pesquisa, também de 2014, desta vez da Employer Brand International’s, foi constatado que 35% das empresas pesquisadas acreditam que a sua boa marca de empregador facilita suas contratações. 34% acreditam que a marca do empregador reduz os custos de recrutamento e 32% acreditam que ela também aumenta o envolvimento do funcionário com a empresa.

Números como estes comprovam que desenvolver a marca do empregador é crucial para qualquer empresa.

Mas, o que é a marca do empregador?

O termo “marca do empregador” foi definido pela primeira vez em meados da década de 1990: significa a reputação de uma organização como empregadora, e não a sua reputação da marca corporativa mais geral.

A construção de uma marca forte do empregador se tornou um dos principais focos de atividade entre 2004 e 2008, quando, em resposta à crescente concorrência por talentos, empresas como a Unilever, a Shell e a P&G começaram a aplicar o mesmo foco e consistência para a sua marca de empregador como aplicavam para a suas marcas corporativas e de consumo.

Isto levou ao desenvolvimento de uma proposta de valor onde o empregado deveria definir em sua mente os principais benefícios oferecidos pela empresa como uma empregadora. E a empresa, por sua vez, produziria diretrizes para sua marca do empregador, que teria como objetivo trazer maior consistência à publicidade de recrutamento da empresa.

Desta forma, a marca do empregador era algo predominantemente voltada para fora da empresa, em forma de publicidade dirigida. E sua responsabilidade caiu sob o RH.

Os tempos mudaram e a marca do empregador precisou assumir um papel mais estratégico.

A ascensão das mídias sociais tem exigido das empresas mais transparência. As pessoas são muito mais propensas a confiar em uma empresa com base no que seus funcionários têm a dizer sobre ela, do que na sua propaganda de recrutamento. E isto significa que, hoje, a atração de talentos depende mais fortemente do engajamento e do depoimento do empregado sobre a empresa.

A abordagem para a construção de uma forte marca de empregador mudou ao longo dos últimos anos, principalmente sobre o seu impacto sobre o recrutamento e seleção e sobre quem é responsável por supervisioná-la.

Sendo um processo cíclico, é preciso medir, constantemente, o desempenho da marca e ajustar as atividades e estratégias para melhorá-la.

Ela se concretiza quando existe a compreensão, por parte dos funcionários atuais e dos possíveis candidatos, das qualidades únicas daquela empresa recrutadora que se perpetua ao sustentar a marca do empregador como uma entidade viva, vibrante e atraente.

O oposto de uma empresa que trabalha sua marca como recrutadora é uma empresa que entrega a seus funcionários e candidatos uma percepção genérica, inespecífica em ofertas e imperceptível para os profissionais que objetivam a construção de carreiras promissoras.

A competição por talentos está cada vez maior, por isso trabalhar a sua marca como empregador irá mostrar aos candidatos a procura de emprego o motivo pelo qual eles deveriam escolher sua empresa e não outra.

Por que desenvolver a marca do empregador irá ajudar a sua empresa?

Enquanto a economia nacional não vai tão bem assim, há uma crescente preocupação entre as empresas sobre como encontrar e manter os melhores talentos, ou seja, encontrar e manter os profissionais que a ajudarão a alcançar suas ambições de crescimento.

Estimular o crescimento do seu negócio e atingir os objetivos estratégicos, através da aquisição e retenção de talentos, é o objetivo final de uma empresa que trabalha sua marca como empregadora, já que a satisfação dos funcionários impulsiona a satisfação do cliente, lealdade e crescimento das receitas.

A satisfação é o combustível de engajamento dos funcionários, o que fomenta a produtividade, e consequentemente, a rentabilidade. As taxas de rotatividade e os custos de recrutamento caem, enquanto a retenção de funcionários e o número de boas referências e indicações sobem.

É um círculo virtuoso, uma espécie de cadeia de benefícios para aquisição de talentos.

Em resumo, uma forte marca do empregador enfatiza os pontos fortes da sua empresa e a distingue dos concorrentes.

Ela transforma os empregados em embaixadores da marca. Ela inspira e educa a força de trabalho, mantendo-a empenhada em alcançar os objetivos de negócio da empresa.

Funcionários envolvidos ficam, executam, constroem carreiras de longo prazo e recomendam o seu empregador para seus amigos.

Desta forma, outras pessoas também desejarão fazer parte da sua empresa. E, quando houver oportunidade, a escolherão como a empresa ideal para se trabalhar, durante um processo de seleção.

Para concluir

Com sinais claros de que a competição por talentos está se tornando a cada dia mais desafiadora, muitas organizações estão voltando sua atenção para o fortalecimento de suas marcas como empregadoras, a fim de atrair e reter os talentos que precisam.

Para começar a trabalhar a sua marca de empregador, defina como sua empresa gostaria de ser vista como uma empregadora, com base numa avaliação realista dos seus pontos fortes distintos. Depois, traduza isso em uma proposição clara e convincente de valor.

Seja mais proativo ao usar a mídia social para compartilhar histórias que destacam seus pontos fortes e ao construir uma mais autêntica e envolvente reputação da sua marca como empregador.

Certifique-se de que cada pessoa dentro da empresa entenda o valor de uma marca forte para o sucesso do negócio, além de entender o papel que precisa desempenhar na manutenção de uma experiência de marca consistente e manutenção de uma boa reputação.

As empresas não podem mais se dar ao luxo de confiar na publicidade de recrutamento para construir uma imagem positiva de marca do empregador, é preciso estimular que seus funcionários se tornem verdadeiros advogados da sua marca.

Com uma reputação sólida e uma forte marca de empregador, cada vez mais a sua empresa será escolhida por novos talentos.

Infográfico Marca do Empregador


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment