A importância da integração entre o gestor de RH e a tecnologia

Para desempenhar um bom papel em seu departamento, o gestor de RH precisa ter acesso aos recursos necessários. Atualmente, o momento é de transição para o digital e, em meio a essa fase, a tecnologia é o centro de tudo.

Sem bons softwares de apoio, que otimizem a integração do RH com as funcionalidades fornecidas pela tecnologia, esse profissional pode ter dificuldades para realizar um trabalho estratégico. É importante que o gestor de recursos humanos possa contar com as melhores plataformas, para, assim, transformar os dados que ele tem à sua disposição, em informações precisas.

Tal cuidado permite que suas decisões sejam tomadas com maior embasamento e eleva a eficiência de diversas outras demandas do dia a dia, como a realização de processos seletivos.

Neste post, você entenderá melhor como a tecnologia pode otimizar o trabalho do gestor de RH. Continue a leitura e tenha acesso a esse conhecimento!

Qual é a importância da tecnologia no RH?

O mundo passa por um momento de grandes mudanças, graças ao impacto que a tecnologia tem gerado na vida das pessoas. Influenciadas por essas inovações, as pessoas passaram a ter novos hábitos e a encarar as tarefas do cotidiano de outra maneira. Naturalmente, isso se estendeu ao setor de RH.

O departamento, agora, tem na inovação uma aliada para executar seus processos de maneira mais cômoda e eficaz. Na prática, essa entrada na era digital só trouxe ganhos para gestores e colaboradores de RH. Apesar de inovadores e dinâmicos, os novos recursos foram bem assimilados e já fazem parte do cotidiano de trabalho.

Nesse cenário, o gestor de RH precisa se certificar de que seu departamento está fazendo esse movimento de evolução. É fundamental acompanhar as novas tendências tecnológicas e o motivo é simples: cada vez mais, elas ajudarão a tornar os processos do dia a dia mais fáceis de ser executados.

Trabalhar com pessoas é ter iniciativa para saber seguir esses movimentos. Só isso capacita o setor de RH a manter o dinamismo do mercado, especialmente no que diz respeito ao momento de captar novos talentos.

Qual é o papel do gestor de RH no uso da tecnologia em processos de seleção?

Em primeiro lugar, o gestor precisa entender que sua atuação deve ser estratégica e, nesse caso, a tecnologia está para ele como uma ferramenta. Ele deve usar os recursos que tem em mãos como facilitadores de suas demandas. Cada vez mais, o setor de RH está valorizado, justamente por ter um papel decisivo nas empresas.

Na posição de alguém que comanda o departamento, os gestores precisam dar esse ritmo mais dinâmico à integração do RH e da tecnologia. A implementação de novos recursos e plataformas passa por seu aval, o que mostra como seu papel é decisivo na busca pela evolução do RH.

O gestor pode tornar o RH mais estratégico?

O setor de RH passou por mudanças intensas ao longo dos últimos anos, o que o tornou cada vez mais importante. Se ele lida com pessoas, naturalmente, deve ficar mais estratégico, possibilitando maior retenção e captação de talentos e o controle do desempenho dos colaboradores.

Hoje, o departamento é visto como fundamental para as pretensões da empresa e, nesse cenário, o gestor é quem toma as decisões mais importantes. Seu papel no uso da tecnologia é definir os melhores processos, os softwares mais importantes e como o departamento se valerá desses recursos para trazer resultados.

Portanto, podemos afirmar que sua atuação é fundamental para que o RH, de fato, torne-se estratégico.

Onde entra o fator humano nas entrevistas realizadas por vídeo?

Entre os novos adventos tecnológicos, a entrevista por vídeo é um dos mais interessantes e que têm impacto direto no RH. Ela proporciona economia de custos, torna os processos seletivos mais rápidos e permite entrevistar candidatos de vários lugares do Brasil. Com isso, uma etapa importante do recrutamento é simplificada.

Nesse processo, o software que faz a entrevista dá alguns apontamentos comportamentais do candidato e traz análises completas. No entanto, só isso não basta para saber se aquela é a pessoa que vai ocupar a vaga. É indispensável contar com o fator humano nesse trabalho.

O vídeo é uma ferramenta de suporte, ainda que conte com uma tecnologia bastante avançada. No processo seletivo, essa é uma etapa entre as várias necessárias, porém, que faz uma filtragem inicial de grande importância. Ainda é essencial que, antes de contratar, o RH faça uma entrevista final e pessoal com o candidato.

Pontos que devem ser avaliados

Só um profissional de RH experiente e capacitado é capaz de avaliar alguns pontos da entrevista. O vídeo cumpre uma etapa extremamente importante, gerando ganhos estratégicos para a empresa. Após esse momento, a avaliação humana é capaz de observar algumas questões, como:

  • postura do candidato;
  • capacidade de comunicação;
  • alinhamento de ideias em relação à cultura organizacional da empresa;
  • estrutura de pensamento ao apresentar alguma ideia;
  • criatividade.

A avaliação dessas características e exigências depende de uma entrevista presencial, com caráter menos técnico. Por isso, o vídeo é uma etapa inicial fundamental, já que permite ampliar a busca por bons talentos e entrega resultados com menor custo, em pouco tempo e de forma produtiva.

Quais são os benefícios da integração entre o gestor de RH e a tecnologia?

O gestor de RH pode colher benefícios realmente impactantes para a empresa quando implementa bons recursos tecnológicos. A seguir, veja o que pode ser aproveitado e quais benefícios diretos são obtidos!

Resultados estratégicos

A gestão estratégica é uma prática cada vez mais comum. Empresas precisam atingir metas importantes e trabalham em prol disso o tempo todo. Com bons softwares, é possível gerir dados para insights. Quanto às entrevistas de vídeo, os melhores talentos são captados e isso tem impacto direto no futuro da empresa.

Menor custo

A tecnologia também tem atuação direta na redução de custos para as empresas. Gerir melhor as finanças possibilita um uso mais inteligente dos recursos. Além disso, nas entrevistas por vídeos, reduzir etapas presenciais do recrutamento significa menos despesas para receber os candidatos.

Aumento de produtividade

Com plataformas eficientes, é possível ter um aumento de produtividade, além de obter melhores resultados nas demandas. No processo seletivo, é possível captar dados de candidatos de diversas fontes, o que torna a busca mais ampla. Além disso, os colaboradores têm maior suporte para desenvolver suas tarefas diárias.

Quando investir em novas soluções tecnológicas para o RH?

Qualquer momento é adequado para investir em tecnologia. É cada vez mais necessário que as empresas tenham recursos amplos que atendam às suas necessidades. Além disso, atualmente, é difícil sobreviver sem fazer uma transição completa e eficiente para o digital, garantindo que o negócio sobreviva no mundo atual.

É indispensável fazer uma análise interna para descobrir em que pontos do trabalho há dificuldades a serem superadas. A partir disso, algumas respostas surgirão acerca de como a tecnologia pode ser um recurso útil. É importante fazer essa avaliação frequentemente e, então, sempre buscar novos investimentos em tecnologia.

Como realizar a integração entre o RH e a tecnologia?

Depois de ler este artigo, é fácil compreender que, por meio das inovações tecnológicas, o setor de recursos humanos é capaz de se tornar ainda mais eficiente. Levando em consideração que a área lida diretamente com os colaboradores e que seu desempenho afeta sua produtividade, podemos alegar que a otimização dos resultados do RH tende a beneficiar todos os setores de uma empresa.

A grande questão é, como realizar, de modo adequado, a integração entre RH e tecnologia para que, de fato, essa união entregue os benefícios esperados? Continue a leitura e entenda como ser bem-sucedido nessa tarefa!

Software

Quando pensamos na automação do setor de recursos humanos e em ferramentas capazes de simplificar suas tarefas, a mais importante tende a ser o software. Afinal, o sistema é o grande responsável por fornecer aos membros do time de RH as funcionalidades necessárias para que eles possam executar suas tarefas de modo mais rápido e preciso.

Embora exista um elevado número de softwares no mercado e que, aparentemente, suas funcionalidades sejam parecidas, cada sistema tem suas próprias características. Desse modo, a escolha deve ser feita com cuidado.

Adoção de critérios

Para escolher o sistema adequado, o gestor de RH precisa analisar as necessidades de seus colaboradores e, assim, optar por um software que se adeque a elas. Como ele pode não ter o conhecimento técnico para tomar essa decisão de forma embasada, o apoio de profissionais do setor de TI da empresa pode ser útil nesse momento.

Outro ponto fundamental, que não deve ser deixado de fora durante a escolha do software, é o suporte oferecido por seus desenvolvedores. Por mais útil e avançado que seja o sistema, em alguns momentos, ele pode apresentar algum tipo de falha. Nesse cenário, contar com um suporte rápido e eficiente, fornecido por seus desenvolvedores, faz toda a diferença.

Por esse motivo, é importante consultar o desenvolvedor acerca do tempo médio em que ele pode ser fornecido. Também é importante verificar os meios de comunicação oferecidos pelo fornecedor do software. Empresas que oferecem mais canais, teoricamente, facilitam o contato em caso de emergência, o que pode ser muito útil.

Armazenamento e proteção de dados

Não é exatamente uma novidade que o setor de recursos humanos precisa lidar com um grande número de informações. Afinal, a relação entre colaborador e empresa gera, diariamente, muitos dados. Uma vez que o RH gerencia tal relação, ele precisa armazenar esses arquivos.

O problema é que arquivos físicos têm custos, tanto de espaço quanto de insumos, como materiais para impressão. Por meio da tecnologia, porém, todos esses arquivos podem ser registrados em ambiente virtual, em nuvem. Isso reduz drasticamente os custos envolvidos na operação.

É importante ressaltar que, além de ser mais barato, o armazenamento em nuvem ainda é mais seguro, pois registra todas as informações da empresa em um servidor protegido. A solução é um dos melhores benefícios auferidos pela integração entre RH e tecnologia. Portanto, é interessante que o software escolhido pelo setor de recursos humanos seja compatível com esse serviço.

Interação com o setor de TI

Em muitas empresas, o setor de TI só é acionado quando algum software ou hardware apresenta problemas. Uma abordagem equivocada, pois pode levar todo um departamento a paralisar sua operação até a falha seja resolvida.

Uma interação eficiente entre o setor de TI e o de RH permite que boa parte dessas falhas sejam evitadas. Por exemplo, ao incluir profissionais de TI em reuniões estratégicas do RH, eles são capazes de apontar problemas que podem ocorrer tanto no software quanto no hardware durante a implementação da estratégia. Assim, podem listar uma série de medidas para evitá-los.

Na prática, a integração entre TI e RH tem o potencial de reduzir o tempo gasto com a resolução de problemas, o que se reflete de forma positiva nos resultados do setor, beneficiando a empresa.

Métricas de desempenho

O objetivo da integração entre RH e tecnologia é fornecer aos colaboradores ferramentas para que sejam capazes de otimizar a execução de suas atividades. A questão é: como ter certeza de que a tecnologia adotada está entregando os resultados esperados? A resposta é simples: estabelecendo metas e métricas de desempenho.

Essa atitude abre espaço para que a equipe de gestão verifique se os sistemas utilizados pelo RH estão, de fato, atendendo suas expectativas. Para que essa tarefa seja bem-sucedida, porém, é necessário estabelecer indicadores que podem ser avaliados e registrados.

Em um exemplo simples, podemos citar o tempo para que uma tarefa seja realizada. A integração entre RH e tecnologia reduziu o tempo necessário para executá-la? Se sim, essa redução justifica o investimento?

É importante registrar cada indicador para que ele possa ser comparado com os resultados de futuras apurações. Isso serve como um meio de observar a evolução do desempenho da empresa.

Engajamento de profissionais

Por mais útil que seja uma ferramenta, se ela não for utilizada de maneira adequada, não será capaz de entregar qualquer resultado. Por esse motivo, para garantir o sucesso da integração entre RH e tecnologia, o gestor precisa contar com o engajamento de seus colabores.

É possível que, à primeira vista, o funcionário não consiga observar os benefícios de um software e o encare com certa desconfiança. Essa atitude pode atrapalhar o modo como ele interage com a tecnologia e até fazer com que a abandone, voltando assim às suas antigas práticas.

Para evitar esse problema, o gestor precisa deixar claro para o time de RH como a nova ferramenta vai facilitar seu trabalho, tornando mais simples, até mesmo, tarefas complexas. Além disso, ele precisa garantir que todos os colaboradores, responsáveis por utilizar o sistema, estejam devidamente capacitados.

O advento da tecnologia e as inovações acarretadas por ela afetaram drasticamente os mais diversos setores da ação humana. Nesse contexto, a área de recursos humanos, que lida diretamente com indivíduos, deve se adaptar às novas exigências do mercado. Esse cuidado é necessário para manter a qualidade de seus serviços.

Agora que você entende a importância da integração entre RH e tecnologia, gostaria de auferir seus benefícios e realizar processos seletivos mais profundos e especializados? Entre em contato conosco e descubra as soluções oferecidas pela plataforma do Compleo.

Gestão de RHPowered by Rock Convert

About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment