Recrutamento Social, saiba o que é:

Talvez você não tenha se atentado ainda, mas as redes sociais estão revolucionando o setor de recrutamento. Elas são ótimos canais para promover vagas de emprego e conectar pessoas de forma dinâmica e certeira. O recrutamento social permite uma interação ímpar no trabalho de avaliação inicial e em buscas mais rápidas e objetivas do profissional desejado.

Este post contém explicações importantes sobre o que é e porque você deve adotar o recrutamento social em sua empresa. Acompanhe!

Recrutamento social, o que você precisa saber a respeito

O conceito é autoexplicativo. Trata-se de se valer de meios sociais para promover oportunidades e atrair candidatos. Não se resumindo, porém, a apenas isso. O recrutamento social também é um meio perfeito para fortalecer a marca de empregador da empresa.

Também tem a ver com os próprios funcionários agindo como embaixadores da empresa para propagar as coisas boas, além de permitir apresentar, de forma natural e sincera, informações sobre a cultura da organização.

Ou seja, além de aumentar consideravelmente as chances de realizar um bom recrutamento, é possível que cada vez mais que pessoas se interessem pela sua empresa devido a um marketing boca a boca das qualidades e vantagens do ambiente, benefícios e outras coisas legais que fazem uma pessoa se sentir feliz em trabalhar nela.

Se sua empresa é engajada com a sociedade (demonstra valores baseados em ética) e o meio ambiente, isso sem dúvida, embora não seja o objetivo principal, tende a influenciar positivamente um maior número de pessoas.

Eu devo adotar o recrutamento social?

As empresas que adotam o recrutamento social experimentam ganhos tangíveis, como a fidelidade dos candidatos que passam a participar continuamente dos processos seletivos e a retenção de talentos expressa pela redução das taxas de turn-over, já os ganhos intangíveis que podemos citar são melhor imagem institucional e credibilidade da marca.

É bom estar atento: se sua empresa não adere a esse tipo de estratégia, em um mercado que reconhece cada vez mais o valor das redes sociais, sua marca pode ser associada a uma empresa ultrapassada e expor o fraco nível adaptação ao mercado tão importante nos dias de hoje.

gestão de talentos na TIPowered by Rock Convert

92% dos profissionais da área de Recursos Humanos pretendem utilizar as redes sociais para contratação nos próximos anos. A Robert Half, organização especializada em recrutamento, indica em uma de suas pesquisas que 44% das empresas brasileiras utilizam as redes sociais para avaliar candidatos e colaboradores.

Vantagem diante dos pontos negativos

É importante destacar também que os pontos negativos percebidos na escolha de um candidato ficam mais evidentes nos meios sociais digitais. E é justamente nesse ponto, também, que redes sociais influenciam poderosamente no trabalho de recrutamento.

A CareerBuilder, que promove soluções em capital humano, indica que nos EUA, ao menos 2 em cada 5 profissionais de RH dizem ter tido informações negativas que levaram à eliminação de um determinado candidato à vagas de emprego.

Então

No futuro, a aquisição de talentos será 100% digital, principalmente através das redes sociais. Caberá as empresas utilizarem cada vez mais estratégias que possam com inteligência atrair de forma indireta os candidatos certos, principalmente os candidatos passivos.

Em um mundo virtual onde as pessoas estão o tempo todo conectadas umas as outras, menções positivas ou depoimentos sinceros e imparciais sobre a reputação de uma empresa podem significar a diferença entre um processo seletivo rápido e efetivo de um processo seletivo longo, com um custo muito alto, além de limitado do ponto de vista do perfil mais adequado para a empresa.

Qual sua opinião a respeito do recrutamento através das redes sociais? Interaja com um comentário!

 

e-book: Os 4 pilares do Recrutamento Social

 


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

2 Comments

  1. Santo Mussi Junior

    / Responder

    Realmente estamos vivendo a era digital, quanto a recrutamento digital de candidatos, acredito que vai valer muito a experiência e o norral do candidato, o que vai pesar muito é a falta da entrevista pessoal, onde acho muito importante. Mas poderá em um futuro adequá-la ao mundo digital.


    • Wagner Costa Santos

      / Responder

      Santo, obrigado pelo comentário! Você disse tudo, por mais que muitas etapas sejam virtuais, sem dúvida, a presença humana, o “tête-à-tête” com o recrutador é e sempre será necessário, ainda que em etapas mais avançadas do processo.


Leave Comment