Modelos de contratação: o que mudou com a pandemia?

Antes da pandemia do novo coronavírus, as contratações eram feitas presencialmente, na maioria dos casos. No entanto, mesmo com o apoio da tecnologia em recursos humanos, com o isolamento social muita coisa mudou devido à necessidade de preservar a saúde de todos. Diante desse cenário, como ficaram os modelos de contratação? O que mudou?

Neste post mostraremos as diferenças entre as novas formas de contratação, os motivos pelos quais as empresas devem se adaptar à realidade do trabalho remoto e como funciona o modelo híbrido. Continue a leitura e confira!

Quais as diferenças entre trabalho presencial e home office?

O ambiente corporativo sempre foi marcado pelo modelo de contratação presencial, e o trabalho remoto já existia, mas ainda era pouco usual antes da pandemia. Tradicionalmente, os profissionais contratados eram obrigados a completar sua jornada de trabalho no local determinado pela empresa — seja um escritório, uma loja ou fábrica, por exemplo.

Por outro lado, no modelo home office o funcionário deve cumprir suas funções fora do ambiente da empresa, por meio do uso de tecnologias da informação e comunicação para participar de reuniões online e executar todas as atividades necessárias.

Por que as empresas devem se adaptar ao trabalho remoto?

Em pesquisa realizada em conjunto pela FIA e FEA-USP, a percepção de 71% dos executivos entrevistados é de que o desempenho dos profissionais em casa está equivalente ou superior ao dos escritórios. Isso significa que as pessoas costumam ser mais produtivas quando trabalham à distância.

indicadores de RHPowered by Rock Convert

Outro bom motivo para optar pelo trabalho remoto é a redução de despesas e custos, como menores gastos com água e luz, fim do auxílio-transporte etc. Afinal, a empresa passa a não precisar de uma área tão grande para o operacional, uma vez que toda a equipe não estará presente.

Por fim, com o modelo de contratação home office, o índice de atrasos e absenteísmo também cai, uma vez que alguns motivos não impedem que a pessoa trabalhe, além de não haver deslocamento diário de casa para o trabalho e do trabalho para casa.

Como funciona o modelo híbrido?

A principal característica do modelo de contratação de trabalho híbrido é a autonomia que os profissionais do ambiente corporativo têm para escolherem como, onde e quando realizam suas funções, e da melhor maneira possível. Por meio desse modelo, os contratados podem optar por cumprir suas atividades na sede da empresa, em home office ou em escritórios flexíveis, como os coworkings.

Com tantas novas possibilidades, não se adaptar às mudanças pode ser muito prejudicial (ou até mesmo fatal) a qualquer tipo de negócio, especialmente em um momento tão desafiador quanto o que estamos vivendo.

A verdade é que, quaisquer que sejam os modelos de contratação escolhidos, as organizações que se adaptarem rapidamente estarão alinhadas às principais tendências em recrutamento e seleção do mercado. Isso contribui tanto para alcançar os resultados financeiros esperados como para trazer mais vantagem competitiva para os negócios.

Se este conteúdo sobre modelos de contratação foi útil para você, conheça também, agora mesmo, as etapas do funil de contratação de um profissional!


About

Compleo

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment