Quais são os 5 principais indicadores de RH? Confira aqui!

Os indicadores de RH são ferramentas importantes para que a gestão de Recursos Humanos atue de forma estratégica. Isso porque as ações passam a ser baseadas em dados, o que facilita a tomada de decisão, fazendo também com que elas sejam mais acertadas. Assim, é possível conduzir as atividades do setor de forma a contribuir de maneira efetiva para os resultados da organização.

Para tanto, temos disponível uma grande quantidade de métricas relacionadas à gestão do capital humano, a exemplo do percentual de vagas fechadas no prazo e do percentual de turnover. Contudo, para uma efetiva gestão de RH, é preciso que essas métricas estejam alinhadas com as necessidades do negócio.

Ao longo desta leitura, trazemos para você quais são os 5 principais indicadores de RH. Confira!

1. Percentual de vagas fechadas no prazo

O processo de recrutamento e seleção é essencial para um bom desempenho do setor de Recursos Humanos, por isso, uma boa dica é começar por ele. É preciso estar atento ao fechamento das vagas dentro do prazo, pois, quando ele é excedido, podemos entender que houve falhas no planejamento ou na execução, o que pode colocar em risco a performance da organização.

Você consegue chegar ao percentual de vagas utilizando uma regra de três simples, relacionando o total de vagas abertas e as fechadas fora do prazo no mesmo período:

vagas no prazo (%) = vagas com prazo excedido/vagas totais x 100

O ideal, nesse caso, é que o resultado sempre seja próximo de zero, mas não existe um percentual padrão. Para alcançar um resultado satisfatório, é preciso reforçar a marca empregadora da companhia.

Isso pode ser feito pensando na jornada dos candidatos, na veiculação dos anúncios utilizando os canais mais adequados e contando com boas tecnologias, como softwares de recrutamento e seleção.

2. Índice de turnover

Também conhecido como índice de rotatividade, esse indicador faz a mensuração da evasão de profissionais da equipe. Ele também permite fazer uma avaliação da qualidade do clima de trabalho, da satisfação dos funcionários e das políticas de retenção de talentos.

É preciso entender que a rotatividade de pessoal é normal até certo ponto, já que as pessoas podem se aposentar e mudar de cidade, por exemplo. No entanto, quando esse índice se eleva, com a perda contínua de profissionais, isso acarreta altos custos para a organização, sendo que cada rescisão pode custar até um ano de trabalho.

Veja como calcular o turnover utilizando uma regra de três simples:

turnover (%) = funcionários desligados da equipe/número de colaboradores no mesmo período x 100

A análise desse percentual também depende de uma série de fatores. Um valor menor pode significar a saída de colaboradores menos capacitados para as exigências da empresa e a seleção de novos talentos.

3. Satisfação dos colaboradores

Uma empresa é feita por pessoas, e quanto mais satisfeitas elas estiverem com relação à companhia, mais elas se tornarão leais, além de melhores serem as suas entregas. Por isso, é preciso ficar atento ao grau de satisfação e de lealdade dos funcionários para elevar os resultados da organização. Medir a satisfação dos colaboradores é possível usando o indicador Employee Net Promoter Score (ENPS).

Funciona assim: ele se inicia com uma única questão, denominada de “a pergunta definitiva”. Essa varia de 0 a 10 pontos, e o profissional deve eleger o quanto recomendaria a empresa como um bom lugar para trabalhar para os seus amigos.

Profissionais felizes com a companhia dão notas entre 9 e 10. Isso significa que eles são verdadeiros promotores da marca. Notas entre 8 e 7 indicam funcionários neutros, ou seja, que precisam ser analisados e incentivados para ter elevado o seu grau de motivação com a empresa.

Já notas inferiores a 6 indicam colaboradores pouco satisfeitos e inclinados a deixar a organização a qualquer momento. Além disso, podem indicar pessoas, por vezes, infelizes no trabalho, e também profissionais neutros, que farão somente o necessário para manter o emprego.

Para que a empresa consiga um grau de produtividade e de qualidade dos produtos e serviços satisfatório, o ideal é que o número de promotores da marca permaneça entre 75% da equipe de trabalho. Com isso, você garante um clima organizacional positivo para o desenvolvimento do negócio.

4. Produtividade

A produtividade é uma métrica fundamental para empresas que desejam se destacar no mercado e se diferenciar da concorrência. Para calculá-la, são levados em conta o tempo, a qualidade e os custos necessários para cumprir as metas estipuladas pela companhia.

Assim, é possível saber como otimizar a produção, entendendo os processos internos, de modo a intervir de forma positiva no tempo e na qualidade das entregas.

Veja como calcular o indicador de produtividade:

produtividade = quantidade de produtos ou serviços produzidos/quantidade de recursos utilizados

A partir desse índice, é possível fazer as adaptações necessárias para mensurar qualquer campo da empresa.

5. Taxa de absenteísmo

A taxa de absenteísmo diz respeito ao indicador de RH que mensura as faltas, os atrasos e os afastamentos de um profissional contratado. Caso ela seja muito alta, pode expor a falta de interesse do colaborador pelos compromissos dele com a empresa e, por sua vez, também pode estar relacionada à gestão da companhia, como uma liderança pouco efetiva.

A grande questão é que uma alta taxa de absenteísmo pode revelar um baixo desempenho do negócio, o que resulta em perdas de produtividade e, consequentemente, de recursos financeiros. O cálculo do absenteísmo também pode ser feito utilizando uma regra de três simples, sendo que o indicado é que o resultado fique, no máximo, em 1,5%:

absenteísmo (%) = horas não trabalhadas ÷ horas efetivamente trabalhadas x 100

Como vimos ao longo desta leitura, os indicadores de RH são importantes ferramentas de gestão e devem ser usados para otimizar os trabalhos do setor, conferindo mais precisão e agilidade aos processos, além de permitirem uma gestão com ações baseadas em dados. Para que essas métricas sejam efetivas, elas precisam estar alinhadas com as necessidades da sua empresa, a fim de se evitar a formulação de indicadores desnecessários.

Se você gostou deste artigo sobre indicadores de RH, deixe o seu comentário abaixo.


About

Compleo

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment