Como lidar com conflito de gerações nos processos de seleção?

Os conflitos de gerações são muito comuns nas empresas, afinal, as pessoas pensam diferente e quando não há uma boa comunicação entre elas, as divergências se tornam ainda mais frequentes. É normal encontrar em uma mesma empresa colaboradores da geração Z, X ou Y, por exemplo — no entanto, fazer com que essas gerações trabalhem em harmonia é um desafio para muitos gestores.

Lidar com conflitos consiste em romper estereótipos vigentes na empresa e trabalhar em grupo para que todos tenham a oportunidade de fala sem que para isso seja necessário gerar qualquer mal-estar dentro da equipe.

Neste artigo vamos explicar por que é tão importante se preocupar com os conflitos de geração e como evitar esse problema na organização. Confira!

Por que é importante que a empresa se preocupe com os conflitos de geração?

No mercado de trabalho há muitas gerações diferentes convivendo juntas, e isso é muito bom. Porém, as maneiras diferentes de pensar e perspectivas desiguais acarretam em conflitos internos.

Saber gerir os conflitos de geração é importante para que todos possam trabalhar em harmonia, não abrindo espaço para desavenças que podem resultar em diversos problemas, tanto para a empresa quanto para o colaborador. Estamos falando de depressão, ansiedade, aumento de turnover e absenteísmo, entre outros transtornos.

Ter um ambiente de trabalho agradável auxilia não só na produtividade dos funcionários, mas também reflete diretamente no seu bem-estar e qualidade de vida, uma vez que o estresse do ambiente não prejudicará a sua saúde.

O que fazer para evitar o conflito de gerações nos processos de seleção?

Cada geração tem um ponto de vista diferente, e isso é perfeitamente normal. No entanto, é preciso entender que, ao mesmo tempo que todos merecem ser ouvidos, todos também merecem respeito — que é o princípio do bom relacionamento.

Sendo assim, atender a todas as necessidades dos seus colaboradores é essencial para gerenciar o conflito de gerações da melhor maneira possível. Veja algumas dicas de como fazer isso!

Analise os diferentes perfis

Antes de qualquer coisa, você precisa entender o que cada geração tolera, como trabalham e o que valorizam. Por exemplo, a geração Y prefere receber orientações específicas acerca do que deve ser feito. Já os baby boomers não são adeptos a esse conceito, porém, valorizam a estabilidade e a hierarquia, enquanto a Y dá mais valor à felicidade pessoal e gosta de ter mais liberdade.

Ao entender esses perfis, você consegue criar um ambiente de trabalho mais acolhedor e, ao mesmo tempo, consegue motivar os seus colaboradores a produzirem mais com mais qualidade sem precisar entrar em conflitos.

Estimule o diálogo

Tudo pode ser solucionado com uma boa conversa, principalmente quando o assunto é conflito de gerações. O gestor desempenha um papel fundamental nesse momento, uma vez que ele precisa atuar como uma “ponte” entre as gerações para que a comunicação entre elas seja eficaz, a fim de entender o ponto de vista de cada um.

Reforce que todos podem aprender um com o outro. Por exemplo, enquanto a geração Y está atenta às tendências do mercado, a geração baby boomers pode auxiliar direcionando a equipe com a sua sabedoria e experiência de longos anos no mercado de trabalho.

indicadores de RHPowered by Rock Convert

Compreenda fatores motivacionais

O que motiva essas gerações? É um salário melhor? É uma jornada de trabalho flexível? São benefícios, como plano de saúde e odontológico? Existem vários fatores motivacionais que fazem com que os colaboradores, de qualquer geração, sintam-se mais valorizados pela empresa.

Avalie quais são esses fatores para oferecer aos seus funcionários, permitindo que eles produzam mais e melhor. Isso reduz os níveis de estresse que, normalmente, são um dos principais responsáveis pelos conflitos internos.

Afinal, quanto mais estressada a pessoa está, mais fácil é de ela se desentender com outros colaboradores — em especial de uma geração diferente.

Encontre características que se assemelham

Analise quais as características que mais se assemelham entre as gerações para que você possa elaborar um plano que vá de encontro com as perspectivas dos seus colaboradores.

Por exemplo, as gerações X e Y gostam de ter flexibilidade, sendo assim, é interessante oferecer jornadas de trabalho mais flexíveis, como evitar estipular um horário para entrar e sair (nesse caso, cada um deve cumprir sua carga horária diária, mesmo que um colaborador comece às 9h e o outro às 8h), oferecer a opção de home office, entre outras alternativas.

Além de reduzir os conflitos, a empresa consegue motivar seus colaboradores e mantê-los engajados com os objetivos do negócio.

Esclareça as expectativas de trabalho

Entender quais são as expectativas de trabalho de cada geração é muito importante para manter os colaboradores motivados e, ao mesmo tempo, reduzir os conflitos internos, uma vez que eles não se sentirão lesados de alguma forma pela empresa não atender aquilo que eles desejavam.

Essa também é uma ótima maneira de reter talentos, fazendo com que a empresa ganhe em qualidade de mão de obra. Isso refletirá não só no ambiente profissional, mas na satisfação do cliente final também.

Leve em consideração os valores

Conhecer valores de cada geração é muito importante para que o gestor possa oferecer condições favoráveis de trabalho. Nesse momento, é necessário identificar como cada uma delas trabalha e como encontram soluções para solucionar eventuais problemas.

Por exemplo, a geração X prefere trabalhar sozinha, enquanto a baby boomers gosta do trabalho em equipe. Entender essas questões permite criar um ambiente de trabalho agradável, no qual todos podem se ajudar para que os problemas sejam resolvidos de maneira eficaz e a empresa possa cada vez mais melhorar o seu desempenho no mercado.

Não dar a devida importância ao conflito de gerações pode acarretar sérios danos para a empresa. Um ambiente de trabalho com clima pesado faz com que a produtividade diminua, aumenta as chances de erros e o pior: faz com que seus colaboradores desenvolvam doenças, afetando, assim, a sua qualidade de vida. Com isso, os índices de absenteísmo aumentam e a organização perde seus talentos.

Agora que você já sabe o que fazer para lidar com os conflitos de geração, é importante entender como trabalhar com os candidatos da geração Y. Boa leitura!

About

Compleo

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment