Veja 7 dicas para inovar no processo de seleção de pessoal

O processo de recrutamento e seleção de pessoas é uma importante atividade para a companhia, capaz de estruturar as equipes de trabalho com profissionais talentosos e que entregam grandes resultados. Mas é preciso abandonar velhas práticas, inovar!

Muitas coisas podem ser feitas para isso, como a implantação de modernos softwares de seleção, aplicação de entrevistas por vídeo e a construção de uma marca empregadora. É preciso utilizar essas táticas a favor da empresa, diferenciando-a da concorrência.

Pensando nisso, criamos um post especialmente para você. Hoje, vamos mostrar 7 dicas para inovar no processo de seleção de pessoal, garantindo a aquisição de talentos e o alcance de grandes resultados. Continue lendo e fique por dentro do assunto!

1. Aposte no Employer Branding

O conceito de Employer Branding ainda é pouco empregado no Brasil, especialmente por empresas de pequeno e médio porte. Contudo, essa prática pode fazer toda a diferença na hora de atrair bons profissionais para o processo seletivo.

Em português, a palavra significa “marca do empregador”. Grosso modo, consiste em uma estratégia capaz de arquitetar uma marca que funcione como um grande imã para pessoas acima da média, fazendo-as desejar trabalhar na companhia. Gigantes como Unilever, AmBev e Google já investem bastante no assunto.

Para iniciar a construção da marca empregadora, é possível criar uma página de carreiras. Nela, a companhia poderá postar informações sobre o seu propósito de atuação, liderança inspiradora, crescimento dos atuais profissionais e chances de trabalho.

2. Utilize os atuais profissionais como embaixadores

Ainda pode ser considerado parte da estratégia de Employer Branding, mas é importante falar sobre isso em um tópico específico. Para atrair outros bons profissionais, é preciso mostrar que os atuais estão felizes e satisfeitos com a empresa, utilizando-os como embaixadores.

Para tal fim, algumas das startups mais inovadoras chegam a compartilhar a história de crescimento dos atuais profissionais por meio das redes sociais (como o Facebook e o LinkedIn) e posts no blog da empresa. Outras, ainda, fazem vídeos para mostrar como a cultura da empresa é valorizada e querida por toda a equipe.

Essa estratégia é muito eficiente, pois funciona como uma espécie de marketing boca a boca. Quando outro funcionário fala sobre a empresa (e não o gestor de RH) transmite mais segurança e credibilidade. Então, não deixe de utilizar essa inovação para o recrutamento.

3. Use modernos softwares de recrutamento e seleção

Ainda existem muitas empresas que realizam seu recrutamento à moda antiga, acumulando pastas de perfis profissionais, realizando anotações manuais ou pelo Excel das etapas já concluídas.

Ambas as opções não são nada inovadoras, afinal a tecnologia permite planejar, executar e mensurar um processo de recrutamento e seleção de pessoal em apenas alguns minutos. Desse modo, é muito mais vantajoso contar com um sistema específico para isso.

Com um software, é possível ter acesso às informações em nuvem, gerenciar a comunicação com os candidatos de um único lugar e organizar o histórico de cada profissional com maior eficiência. Apesar de já ser bastante utilizados, a tendência é uma maior popularização desses programas.

4. Adote sites de nicho para encontrar talentos

Na maioria das vezes, é possível utilizar páginas de contratação mais populares. Contudo, é cada vez mais comum o aprofundamento das funções. Hoje, por exemplo, existem especialistas em Inbound Marketing, algo inimaginável algumas décadas atrás. Por isso, também é preciso utilizar sites de contratação mais específicos.

Esses sites são considerados de nicho, pois focam em um segmento específico de profissionais ― programadores, marqueteiros, executivos etc. Neles, é provável que encontre com mais facilidade o talento que deseja. Além disso, é possível entrar em fóruns para tirar dúvidas mais específicas, como as certificações necessárias para um programador, por exemplo.

5. Realize entrevistas por meio de vídeos

O antigo paradigma de que as entrevistas precisam ser feitas de modo presencial é cada vez menos abraçado. O motivo é simples: a tecnologia permite a condução de entrevistas virtuais tão eficientes quanto as presenciais — agregando celeridade, economia e conforto.

Não são poucas as companhias que já optam por essa estratégia. As entrevistas por vídeo são realizadas após a triagem inicial dos candidatos, para eliminar dúvidas que ficaram, mas que não fazem necessário o agendamento de uma entrevista presencial. Com isso, é possível economizar o tempo do recrutador e, por consequência, o dinheiro da empresa.

Os benefícios também se estendem aos candidatos, que não precisam pegar longas horas de transito para chegar à empresa, além de manterem-se menos nervosos do que em uma entrevista convencional. No final, todos saem ganhando com a novidade.

6. Acompanhe as métricas de R&S

Muitas empresas deixam em segundo plano o acompanhamento das métricas, mas esse é um equívoco que pode custar caro. Com boas métricas em mãos, é possível inovar ainda mais, tomar decisões estratégicas e garantir maior eficiência em práticas futuras.

Veja, agora, algumas métricas que podem ser acompanhadas:

  • tempo médio para contratação;
  • turnover de recém contratados;
  • percentual de seleções concluídas dentro do prazo;
  • custo médio de aquisição de talentos.

O acompanhamento dessas métricas deve ser contínuo, avaliando se melhoraram ou pioraram ao longo de cada período. Para tanto, mais uma vez, é crucial o auxílio de um software de recrutamento e seleção. Dessa forma, é possível ter informações de modo ágil e seguro.

7. Gamificação das dinâmicas

As dinâmicas já fazem parte da seleção há muito tempo, mas será que ainda é a técnica mais eficaz para a avaliação do perfil dos candidatos? Uma variação que tem ganhado destaque é a gamificação, uso de dinâmicas em formato de games para engajar as equipes.

Nesse caso, deve-se criar uma competição saudável, para que cada candidato mostre sua melhor versão. É importante que gestor atribua regras para o jogo, elementos lúdicos (acúmulo de pontos, ranking etc.) e uma recompensa (simbólica, como um troféu) para o profissional vencedor. Assim, será possível fazer uma análise ainda mais profunda.

Estas são grandes inovações presentes no processo de seleção de pessoal. Com elas, é possível garantir que o RH tenha melhores resultados, atraindo e contratando profissionais acima da média. No final, toda a empresa será beneficiada com o assunto.

Está pronto para implantar algumas dessas inovações em seu processo de seleção de pessoal? Agora, aproveite para continuar aprendendo e entenda os principais desafios e chances do recrutamento e seleção em tempos de crise.


About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment