Saiba quais são os principais desafios da gestão de pessoas

Embora o setor de Recursos Humanos seja um departamento cada vez mais estratégico e relevante no universo empresarial, ele precisa enfrentar muitos desafios na gestão de pessoas e recrutamento. Uma vez que o RH lida com tarefas que podem influenciar o desempenho da empresa como um todo, resolver essas adversidades de forma correta é fundamental.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo com informações completas sobre o tema! Leia o artigo e descubra como superar os desafios na gestão de pessoas e recrutamento!

Quais os principais desafios na gestão de pessoas e recrutamento?

O gestor de Recursos Humanos precisa lidar com uma série de situações em suas atividades, dentre elas, podemos citar as seguintes:

Estimular a motivação da equipe

No contexto empresarial, a motivação é notadamente reconhecida como um forte elemento propulsor da produtividade. Pessoas engajadas e comprometidas com o êxito da empresa apresentam rendimento bastante superior àqueles que não executam suas funções com o mesmo afinco.

Tendo consciência dessa importância de contar com profissionais motivados, é de responsabilidade do setor de Recursos Humanos adotar estratégias para incentivar e desenvolver o espírito de proatividade nos colaboradores, estimulando os talentos na produtividade individual.

Para tanto, você pode se valer de alguns recursos, como:

  • elaborar um quadro de carreira na sua empresa;
  • conceder benefícios empresariais;
  • flexibilizar os horários, entre outros incentivos.

Desenvolver e capacitar os colaboradores

Mercados cada vez mais competitivos requerem dos profissionais uma postura eficiente e dinâmica, para que possam dar conta das demandas que surgem durante a rotina de trabalho. Para isso, é necessário que os funcionários estejam capacitados — e isso só é possível por meio de cursos e treinamentos específicos.

Além de melhorar o rendimento das equipes, oferecer treinamento e capacitação aos profissionais também contribui para aumentar a sua autoestima, desenvolvendo nesse público interno o desejo de se comprometer cada vez mais com a empresa.

Essa capacitação pode ser feita internamente, com cursos ministrados pela própria organização. Entretanto, existem ainda outras maneiras de incentivar o desempenho dos colaboradores.

A organização pode, por exemplo, fomentar a realização de cursos por meio de parcerias e convênios. Na realidade, as iniciativas de desenvolvimento de talentos têm impacto tanto na produtividade do colaborador quanto na motivação — o que contribui para um melhor desempenho deles no trabalho.

Engajar pessoas

Colaboradores comprometidos com a sua função e com o desenvolvimento da empresa são o ativo mais importante de uma organização. No entanto, transformar profissionais em uma equipe empenhada com o futuro da companhia, satisfeitos com a organização e dispostos a trabalhar os objetivos empresariais, é um desafio imenso.

Nesse sentido, instituições que trabalham iniciativas com foco no desenvolvimento humano conquistam uma participação maior dos seus funcionários. Com isso, elas otimizam os resultados operacionais e financeiros.

Como exemplo dessas práticas, destacamos:

  • definir de forma clara cargos e atribuições, bem como dar autonomia ao trabalho dos funcionários;
  • construir um plano de cargos e salários transparente e baseado em metas;
  • analisar o trabalho do profissional e dar retornos úteis, que fomentem o seu desenvolvimento pessoal;
  • alocar os potenciais talentos nos departamentos para os quais demonstram maior afinidade e conhecimento, incentivando a eficiência e a valorização de habilidades de cada colaborador;
  • fomentar a seleção interna — desde que as pessoas sejam capacitadas para exercer os cargos.

Contribuir para o alinhamento das diferenças de geração

Atualmente, organizações de todos os portes e segmentos vivem momentos únicos e relevantes, em que diferentes gerações se relacionam no mesmo ambiente. Essa diversidade proporciona para as companhias a possibilidade de somar visões diferentes no exercício profissional.

Contudo, tal convivência também pode trazer alguns conflitos. Por isso, um dos grandes desafios da gestão de pessoas, hoje, é fazer a administração desses conflitos que, inevitavelmente, acabam surgindo entre as diferentes gerações.

É preciso promover um ambiente de respeito às diferenças, que proporcione um crescimento cultural e intelectual capaz de beneficiar a todos.

Cuidar do clima organizacional

Outro dos maiores desafios de gestão de pessoas permeia a busca por formas de preservar o clima organizacional, garantindo a boa convivência entre os profissionais. Afinal, ter um bom ambiente de trabalho é fundamental para garantir desempenho e motivação.

A gestão de pessoas é, nesse sentido, a responsável por fazer a mediação desse ambiente, proporcionando maior colaboração entre os profissionais e investindo nas próprias relações entre os funcionários — sempre estimulando o diálogo e a cooperação.

A forma como as organizações se comunicam com o público interno também colabora para um clima organizacional favorável à produtividade. Clareza, transparência e respeito geram uma relação de confiança entre as equipes, além de auxiliarem a assimilação dos valores e princípios da companhia.

Recrutar de maneira mais eficiente

Em mercados cada vez mais competitivos, o recrutamento e seleção de pessoas ganha ainda mais relevância, já que contratações equivocadas podem levar a perdas em termos de produtividade dentro da organização. Sem contar a perda do tempo despendido pela equipe de RH, caso tenha que refazer todo o processo.

Nesse sentido, outro desafio é tornar o processo de recrutamento mais eficiente. É exigido hoje um maior dinamismo nos recrutamentos, tanto para fazer com que os processos durem menos tempo para que seus resultados sejam mais compatíveis com as necessidades da companhia.

É preciso, portanto, contar com um programa de recrutamento eficiente e que esteja alinhado aos interesses da empresa.

Nesse processo, são tendências os softwares de análise de perfil, que ajudam na identificação de potenciais candidatos. Essas ferramentas auxiliam no mapeamento de perfil dos candidatos — usando, para isso, métricas específicas, o que torna possível comparar o candidato com o cargo de forma mais rigorosa.

O que são indicadores de RH?

Para que uma empresa funcione de forma adequada, os gestores precisam de métricas para avaliar o desempenho de cada área e assim identificar tanto os pontos em que a companhia tem apresentado bons resultados quanto aqueles em que ela precisa melhorar.

Essa mesma lógica se aplica ao setor de Recursos Humanos, em que diversos indicadores são utilizados para que o gestor de RH seja capaz de acompanhar sua operação.

É válido ressaltar que, conforme as demandas do mercado crescem e o uso da tecnologia se torna mais visível em uma empresa, a apuração e análise de indicadores tendem a ganhar mais destaque. Isso ocorre porque as novas ferramentas tecnológicas permitem que tanto a apuração quanto a análise de métricas sejam feitas de um modo mais rápido e preciso.

Uma vez que o uso dessas métricas fornece ao time de gestores uma série de informações úteis para que eles possam embasar suas decisões, é fácil perceber que sua utilização é benéfica para uma empresa, pois pode otimizar seus resultados.

Dentre os principais indicadores pelo RH na gestão de pessoas recrutamento, podemos citar os seguintes:

Turnover

O termo, que em inglês significa rotatividade, é utilizado para apontar o número de colaboradores demitidos de uma companhia. É interessante ressaltar que esse indicador aponta tanto as demissões voluntárias quanto as involuntárias.

Podemos dizer que o turnover é muito importante, pois a alta rotatividade gera uma série de custos com o pagamento de encargos trabalhistas e com novos processos de seleção.

Tempo de fechamento de vaga

Esse indicador, por sua vez, serve para mensurar o tempo gasto desde a abertura de uma vaga, passando pela busca do candidato certo, até o momento em que a contratação é feito e a vaga é preenchida.

Custos de seleção

Esse indicador visa mensurar todos os gastos realizados durante o processo de recrutamento, inclusive os custos com ferramentas de seleção.

Índice de engajamento de candidatos

Por fim, essa métrica visa apurar a porcentagem de candidatos que participaram de todas as etapas do processo e recrutamento e seleção.

O que é funil de recrutamento?

Entre as ferramentas utilizadas na gestão de pessoas recrutamento, o funil de recrutamento é tido como uma das mais importantes. Isso ocorre porque ele funciona como um filtro, direcionando o processo seletivo até que a empresa encontre seu candidato ideal.

Podemos dizer que essa metodologia implementa uma série de testes estruturados para reduzir o número de candidatos a uma vaga, que no começo é bastante elevado, até que apenas a pessoa mais indicada permaneça e seja selecionada.

Porque investir em recrutamento e seleção?

Não é um exagero alegar que, para que uma empresa funcione, ela precisa de colaboradores. Afinal, são eles os grandes responsáveis pela operação diária do negócio. Por esse motivo investir na gestão de pessoas e recrutamento é tão importante. Dentre as vantagens dessa decisão, podemos citar as seguintes:

Processos seletivos mais eficientes

Por meio de ferramentas tecnológicas, como softwares especializados em RH, o setor de Recursos Humanos é capaz de desempenhar suas tarefas, tanto de gestão de pessoas quanto de seleção de novos talentos, de um modo mais ágil e eficiente, o que tende a agradar os colaboradores do negócio e ainda permite que apenas pessoas com o perfil da empresa sejam selecionadas.

Redução de turnover

Uma vez que o acompanhamento do time de RH se torna mais eficiente, a condição dos colaboradores tende a melhorar, o que reduz drasticamente os números de rotatividade da empresa.

Aumento de produtividade

Por fim, ao selecionar candidatos com um perfil adequado e acompanhar mais de perto os colaboradores da empresa, o RH é capaz de implementar uma série de medidas úteis para otimizar seu desempenho, o que acaba por resultar em um aumento na produtividade e, por consequência, na rentabilidade do negócio.

Como vimos até aqui, os desafios da gestão de pessoas passam pelas boas práticas de RH na busca por um ambiente saudável de trabalho e com a equipe motivada. Isso atrai bons profissionais para a organização, diminui os conflitos internos, aumenta a produção individual e coletiva e valorizam a imagem da organização no mercado.

Para que essas boas práticas sejam aplicadas, porém, a empresa precisa ter acesso aos indicadores que lhe permitem identificar tanto a necessidade de uma atuação quanto os resultados entregues por ela. Nesse contexto, o investimento em ferramentas, úteis na análise e apuração de métricas, é de suma importância.

Agora que você conhece os principais desafios da gestão de pessoas e recrutamento, é importante se informar a respeito da cultura organizacional, um conceito indispensável para o sucesso de uma empresa. Baixe nosso ebook e descubra o seu papel no desempenho de uma companhia!


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment