RH e Marketing, cada vez mais próximos!

Hoje em dia não é mais suficiente apenas vender produtos ou serviços. As empresas precisam se preocupar também em vender a si próprias (tanto internamente, quanto externamente). Até pouco tempo, era irrelevante uma empresa informar sobre suas vantagens em ser um bom lugar para se trabalhar, mas isso mudou.

Especialistas em RH definem uma nova forma de atrair e reter o capital humano como o desenvolvimento de uma marca como empregador, isto é, a geração de identidade e reputação de uma organização como o local ideal para trabalhar. A mensagem é dirigida não só para as pessoas que já trabalham na sua empresa, mas também para clientes, investidores e potenciais parceiros. Surge o termo “marca do empregador”.

Entenda como essa transformação pode gerar mais resultados em seus processos de recrutamento seleção!

RH agora também é marketing: como assim?

O termo “marca do empregador” começou a ser usado nos anos 1990. O conceito é aplicado para levar a reputação de uma organização como empregadora, e não a reputação de marca, em geral. Essa ideia tem levado as empresas ao desenvolvimento de uma proposta de valor, onde o empregado deve definir em sua mente os principais benefícios oferecidos pela empresa como uma empregadora.

Até pouco tempo, marca do empregador era uma coisa predominantemente construída por uma empresa de marketing ou publicidade, mas acabou caindo sob o RH. As empresas que se destacam atualmente estão usando a partir do RH, ferramentas de marketing para ganhar novos clientes ou consumidores, e também aproveitam essas oportunidades para construir uma boa “Marca de Empregador”.

Como essa união ajuda a sua empresa a se destacar?

Uma pesquisa feita pelo LinkedIn em 2015, com a participação de 198 decisores que atuam com atração de Talentos, 72% deles disseram que a marca tem um impacto significativo na capacidade de despertar o interesse de grandes talentos.

Outra pesquisa feita pela “Employer Brand International” constatou que 35% das empresas analisadas acreditam que a sua boa marca de empregador facilita suas contratações. 34% acreditam que a marca do empregador reduz os custos de recrutamento e 22% acreditam que ela também aumenta o envolvimento do funcionário com a empresa.

Esses dados mostram a importância da marca do empregador. Mesmo em tempos de crise, há uma crescente preocupação entre as empresas sobre como encontrar e manter os melhores talentos, ou seja, encontrar e manter os profissionais que a ajudarão a alcançar suas ambições de crescimento. Nesse contexto, uma marca forte, tem mais chances de vencer. Isso começa pela união inteligente de RH e marketing.

Conclusão

Muitas empresas já estão direcionando seus processos para a construção de uma marca forte e admirada. Talentos estão sendo retidos dessa forma, sem grandes complicações. Essa vantagem também pode estar presente em sua organização. Que tal começar a trabalhar nesse sentido? Que tal pensar no RH como um novo canal de marketing? Você deve vender a sua cultura organizacional.

Alguma dúvida ou observação sobre o assunto? Deixe um comentário abaixo. Vamos interagir!

Infográfico Marca do Empregador


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment