Produtividade no RH: Casa de ferreiro, espeto de pau?

Uma equipe de RH entusiasmada e motivada consegue entregar melhores resultados para a empresa: contratando, integrando e retendo gente talentosa. Para tanto, é preciso saber como aumentar a produtividade no RH incluindo os próprios profissionais de gestão de pessoas.

A produtividade  no RH é proveniente de uma série de fatores internos e externos, como: a felicidade no trabalho, a adequada comunicação interpessoal e o uso de tecnologias que otimizem os processos diários. Assim, maiores conquistas podem ser alcançadas.

Pensando nisso, elaboramos um artigo para você. Com ele, vai entender como aumentar a produtividade no RH, por meio de dicas práticas e eficazes. Continue a leitura para saber mais!

Seja o exemplo no dia a dia de trabalho

Qualquer líder que deseja uma equipe de alto desempenho, deve se comprometer pessoalmente com os resultados e atuar como um exemplo. Aqui, a máxima “Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço” não possui nenhum vigor.

Um dos papeis mais importantes do líder é influenciar seus seguidores. Para tanto, precisa dar o exemplo prático, trabalhar todos os dias e colocar a mão na “massa”.

O gestor de RH deve trabalhar com metas claras, cumprir com horários, abraçar os valores da empresa e sua própria cadeia de comando. Esse exemplo é essencial ao desempenho dos subordinados, que acabam por reproduzir as ações do líder.

Aprimore a comunicação interna empresarial

Por muitos anos, a comunicação era pensada apenas com foco no público externo — os clientes finais da empresa. Hoje, no entanto, sabe-se que a comunicação com os empregados é essencial ao alinhamento, motivação e comprometimento.

Então é necessário inserir algumas ações com o objetivo de aperfeiçoar o diálogo no setor de RH, mantendo os profissionais mais bem informados. Logo, eles poderão atuar com maior senso de direção, diligência e foco nos objetivos corretos.

A adequada comunicação interna depende de uma série de fatores, em especial, novos canais de comunicação — murais de recados, e-mail corporativo ou sistemas específicos.

Com um software de recrutamento e seleção, por exemplo, é possível otimizar a comunicação ao longo do processo seletivo entre os próprios profissionais de RH, departamentos da organização e talentos que participam do processo.

Inicie um modelo de gestão à vista com métricas claras

A gestão à vista é um modelo há muito praticado por instituições com ênfase na alta performance. Consiste em distribuir estrategicamente, dentro da empresa, painéis com métricas de desempenho (como em salas de reunião ou escritórios).

Dessa forma, os profissionais podem visualizar o desempenho do seu setor, da sua equipe de trabalho e até suas próprias entregas. Em compensação, podem se empenhar para entregar resultados melhores, sem precisar de reuniões ou feedbacks.

Faz-se necessário, no entanto, definir as métricas corretas. No RH, é possível destacar: turnover, absenteísmo, produtividade, satisfação interna e acidentes no trabalho.

O interessante é ter uma boa variedade de métricas, desenvolvendo uma visão holística nos profissionais de RH sobre o que está sendo feito. Por consequência, todos poderão se empenhar mais para mudar o status quo e atingir resultados significativos.

Realize reuniões no formato one-to-one

Muitos confundem esse modelo de reunião com o feedback tradicional, mas existem algumas diferenças. Na reunião one-to-one (um-para-um), o intuito é ter uma conversa mais aberta com o profissional — falando ou ouvindo o que ele tem a dizer.

A premissa é muito simples: reunir-se com um único profissional, criar um ambiente agradável, gerar ou receber feedback e, por fim, melhorar conscientemente.

Faça uma reunião one-to-one com os profissionais de RH. Gere feedback 360 graus, indicando os pontos fortes e fracos que precisam ser otimizados. Em seguida, aproveite para ouvir o colaborador, suas expectativas e sugestões de melhoria para a empresa.

Defina objetivos e metas desafiadoras

Os objetivos e metas devem fazer parte de qualquer esforço no sentido de aumento da produtividade no RH. Quando bem definidos, funcionam como uma bússola, direcionando os esforços dos profissionais e gerando sinergia no ambiente de trabalho.

O fato é que todos os profissionais de RH precisam de direções futuras realistas e desafiadoras, impulsionando-os ao crescimento e ao melhor desempenho.

Dentre os principais modelos para definição de objetivos e metas, é possível destacar o SMART (em inglês, um acrônimo de: específica, mensurável, atribuível, realizável e temporal), criado em 1981 pelo professor George T. Doran.

Um segundo modelo que tem se destacado é o OKR, um acrônimo de Objectives and Key Results (Objetivos e resultados-chave). Consiste em definir um objetivo maior e, em seguia, desdobrá-lo em pequenos resultados (metas) quantitativos.

Estabeleça processos claros e funcionais

É importante destacar que nem sempre a falta de produtividade no RH é proveniente da falta de interesse ou competências específicas dos profissionais. Em muitos casos, o problema está nos processos: burocráticos, falhos e pouco disseminados.

Faça uma análise dos atuais processos internos e relacionados à gestão de pessoas. Avalie se existem: etapas bem estabelecidas, entendimento mútuo do que deve ser feito, recursos adequados ao funcionamento e sinergia entre os setores.

No aprimoramento dos processos, uma importante ferramenta é o fluxograma. Consiste na representação gráfica do que deve ser feito, utilizando textos e figuras geométricas.

De igual modo, é preciso ter métricas de desempenho que facilitem a análise da eficácia dos processos existentes. Acompanhe, por exemplo: o número de contratações fora do prazo, o número de retrabalhos ou, ainda, o turnover de profissionais recém-contratados.

Conte com tecnologias eficazes ao expediente

Finalizando, é preciso considerar o surgimento de novas tecnologias. Elas contribuem para potencializar os processos, melhorar o desempenho e otimizar os resultados.

É possível citar uma série de tecnologias. No recrutamento e seleção de talentos, a mais importante é o software de recrutamento e seleção. Com o seu uso, é possível gerenciar de forma eficaz as diversas etapas, se comunicar com os talentos e ter um processo de decisão eficiente.

Há, também, ferramentas que dispensam reuniões presenciais e potencializam o tempo de trabalho, como o software de entrevista por vídeo. Ele permite que a entrevista seja feita à distância, com horário flexível e repassada a todos os gerentes da firma.

Como se pode observar, há muitas táticas úteis ao aprimoramento do desempenho da equipe, então não deixe de usá-las. É especialmente importante modernizar o RH, implementando tecnologias que facilitem o trabalho e o alcance dos objetivos definidos.

Agora você entende como aumentar a produtividade no RH, certo? Então aproveite para nos seguir no LinkedIn, no Twitter ou no Facebook e continue acompanhando nossas novidades. Vamos lá!


About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment