O que muda com as novas tecnologias de recursos humanos?

As novas tecnologias têm impactado os setores de Recursos Humanos das empresas, sobretudo no que se refere aos processos seletivos. Nesse cenário, as redes sociais, como o LinkedIn, ganharam espaço, e também um novo modelo de empresa, que vem para agregar mais tecnologia ao RH com a implantação dos processos de recrutamento e seleção por meio de algoritmos e plataformas on-line.

Esses recursos são criados em startups, muitas vezes conduzidas por profissionais de Tecnologia da Informação, estreantes no mercado de seleção, com o objetivo de levar serviços de recrutamento para as empresas, ou mesmo conquistar espaço entre as principais organizações de recrutamento e seleção do país.

Essas novas tecnologias têm mudado, de forma significativa, os processos de recrutamento e seleção. Continue a leitura e entenda como!

Mudanças com as novas tecnologias de Recursos Humanos

Quando se fala em recrutamento e seleção, praticamente tudo muda. Isso porque os processos tendem a ser muito mais ágeis, dinâmicos e com maiores chances de sucesso na contratação.

As empresas, usando anúncios patrocinados e segmentados de acordo com o perfil desejado, atraem os profissionais compatíveis com a vaga aberta para o site institucional, mas sem publicar os anúncios de forma aberta. Para se cadastrar, os profissionais preenchem seus dados e fazem testes de habilidade técnica. Após, um algoritmo faz a combinação dos candidatos para identificar os melhores para cada vaga.

Existem empresas especializadas na avaliação da compatibilidade dos perfis dos candidatos, que cruzam essas informações com os requisitos que a organização contratante almeja.

Cada entrevista ou contratação retroalimenta o algoritmo para identificar os perfis requeridos por cada organização e, assim, tornar a escolha mais fácil. Nesse modelo, o processo seletivo dura, em média, 28 dias.

Quer saber mais sobre novas tecnologias no setor de Recursos Humanos? Então acompanhe algumas novidades que são utilizadas nas empresas hoje em dia.

Aplicativos de recrutamento e seleção

Já não temos como fugir dessa realidade: as novas tecnologias permitiram a otimização do trabalho do setor de RH e têm assegurado mais eficácia estratégica nos processos de recrutamento e seleção.

Assim, utilizando um dispositivo móvel, candidatos podem buscar vagas em aberto de acordo com o seu perfil profissional. Já os sites podem oferecer os serviços de cadastrados em plataformas inteligentes, alinhando as competências desejadas pelas empresas ao perfil do candidato, assegurando serviços com uma compatibilidade muito maior com a vaga aberta.

Existe uma tendência muito forte de que as companhias que contratam esses aplicativos façam seleções cada vez mais segmentadas e assertivas. Esse fato se deve aos dados dos candidatos, que são altamente qualificados e selecionados pelos algoritmos. Assim, é possível encontrar aqueles colaboradores mais alinhados ao perfil da vaga.

Recrutamento e seleção por vídeo

Além de aproximar a empresa dos profissionais por meio de plataformas, redes sociais, anúncios patrocinados e sites, a tecnologia, usando a Internet como veículo facilitador, torna possível que a empresa realize processos seletivos totalmente online. Esse tipo de procedimento é capaz de otimizar tempo e recursos.

Todo o processo é facilitado por meio das entrevistas por vídeo, que são uma das principais tendências que têm transformado o trabalho dos profissionais de recrutamento e seleção dentro do setor de RH.  Com essa tecnologia, está cada vez mais fácil diminuir distâncias de forma eficaz.

Dessa forma, as empresas obtêm uma série de vantagens. Entre elas, podemos destacar um número maior de candidatos que podem ser avaliados, a possibilidade de participação de pessoas de outras regiões e a avaliação de habilidades com mais calma, pois os vídeos podem ser gravados e enviados posteriormente. Tudo isso facilita a comparação entre as habilidades dos profissionais, o que torna o processo seletivo mais eficiente.

Participação nas redes sociais

As redes sociais, em especial o LinkedIn, estão mudando a forma de se procurar talentos. É possível fazer buscas sobre diversas habilidades e competências, dando maior refinamento ao recrutamento.

Na opção premium do LinkedIn, é possível preencher mais de 25 critérios, o que torna mais fácil encontrar perfis específicos. Isso também auxilia no mapeamento de perfil dos candidatos.

Para viabilizar esses processos, é preciso criar páginas corporativas para a sua empresa. Dessa forma, será possível aproveitar todo o potencial das redes sociais, com a divulgação das vagas abertas e a atração de candidatos mais qualificados.

Esse relacionamento com as pessoas agiliza o processo seletivo e aumenta as possibilidades de contratação de colaboradores que estejam de acordo com a cultura e os objetivos da organização.

Outra estratégia que pode e deve ser explorada é a promoção de conteúdos para que os usuários criem uma identificação com a cultura e os negócios da empresa, o que vai facilitar a atração dessas pessoas quando a companhia estiver com uma vaga aberta.

Com a ajuda do setor de comunicação da empresa, você pode, por exemplo, trabalhar vídeos em que os colaboradores revelam o seu cotidiano na companhia, mostrando, de uma forma diferente, a missão, a visão, os valores e o posicionamento da empresa no mercado, o que ajuda na aproximação com o candidato.

Mapeamento comportamental

As novas tecnologias trouxeram também softwares capazes de realizar mapeamentos comportamentais, ou seja, que tornam possível à empresa fazer a análise do comportamento do candidato e definir se ele está alinhado às expectativas da organização.

Assim, é possível selecionar os candidatos mais aderentes ao perfil profissional do cargo e à cultura empresarial, fatores determinantes para uma contratação de sucesso, já que um colaborador engajado com a cultura da empresa tende a ser mais produtivo e a permanecer na companhia por mais tempo, elemento indispensável em mercados competitivos.

Com isso, a organização consegue ter um desenvolvimento mais sustentável, pois contará com os melhores profissionais, o que permite que a companhia esteja em constante desenvolvimento.

Inovações e novas tecnologias surgem todos os dias para facilitar a gestão de pessoas dentro do RH, e o recrutamento e seleção é um subsetor que pode ser amplamente beneficiado com esses novos recursos tecnológicos.

O People Analytics, por exemplo, é uma das mais promissoras ferramentas da atualidade. O uso de dados proporcionado pela ferramenta pode embasar desde a seleção de candidatos até o desenvolvimento de colaboradores, conforme as competências necessárias à empresa.

Se você gostou deste post sobre o que muda com as novas tecnologias de Recursos Humanos, compartilhe o conteúdo nas redes sociais para que mais pessoas possam interagir com o tema!


About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment