Net Promoter Score do Colaborador: avalie o período de experiência.

O Net Promoter Score (NPS) é um dos indicadores mais importantes e usados na gestão de negócios, surgiu para medir a lealdade dos clientes finais para com a empresa. Hoje, no entanto, também pode ser aplicado à gestão de pessoas.

Ao utilizar o NPS com foco nos talentos, é possível saber se os colaboradores são leais à empresa, se estão satisfeitos com o trabalho ou se tiveram um bom período de experiência. Em seguida, agir corretivamente e aperfeiçoar os resultados.

O mais importante é que esse indicador é realmente simples e útil na gestão de RH. Pensando nisso, reunimos uma série de informações. Hoje, você vai entender como usar o Net Promoter Score para avaliar o período de experiência.

Como usar o Net Promoter Score após a experiência?

O período de experiência de recém-contratados é importantíssimo. Dentre muitas coisas, ele permite avaliar se há alinhamento entre os valores do profissional e da organização, para em seguida decidir sobre a permanência do contratado no trabalho.

Nesse período, também é possível avaliar como o talento se sente na empresa, se demonstra algum tipo de lealdade e satisfação no cargo que ocupa. Para tanto, há técnicas específicas que devem ser aplicadas, como o Net Promoter Score.

Também chamado de “A pergunta definitiva”, foi criado por Fred Reichheld e consiste em uma única pergunta (que, a princípio, deveria ser feita aos clientes). Com as devidas adaptações, pode ser aplicada aos profissionais. Confira:

  1. Em uma escala de 0 a 10, o quanto recomendaria nossa empresa como um bom local de trabalho para um amigo ou familiar?

O profissional irá responder de forma quantitativa, em uma escala de 0 a 10. Para obter maior clareza, em seguida, é possível solicitar uma justificativa para a resposta, como “em poucas palavras, o que motivou a sua resposta?”.

Como calcular a satisfação e lealdade após a experiência?

Até aqui, tudo é muito fácil, afinal, uma única pergunta deve ser aplicada. O passo seguinte é analisar as respostas obtidas, classificando os recém-contratados como: promotores, neutros ou detratores do empreendimento.

Entenda os critérios para classificação:

  1. notas de 0 a 6 — profissionais detratores;
  2. notas de 7 a 8 — profissionais neutros;
  3. notas de 9 a 10 — profissionais promotores.

O profissional detrator é aquele que teve um mau período de experiência, por isso não recomendaria a empresa e não demonstra satisfação. Aquele que teve uma ótima experiência é o promotor, que é leal e “veste a camisa” da empresa.

Após coletar os vários feedbacks, é necessário aplicar a seguinte fórmula para calcular a satisfação e lealdade dos talentos após o período de experiência. Confira:

  1. Net Promoter Score = % de Promotores – % de Detratores

Imagine que você obteve 20 retornos de colaboradores recém-contratados, após a experiência. 6 apresentaram-se como detratores (0 a 6), 3 como neutros (8 a 9) e 11 como promotores (9 a 10). Ao aplicar o cálculo, o NPS será de 25 pontos.

Quais as zonas de Net Promoter Score para considerar?

De acordo com a pontuação do NPS (que varia de -100 a 100), é possível classificar a empresa em quatro principais zonas. Elas explicam o quão bem está a organização em relação à satisfação dos talentos após o período de experiência.

  1. pontuação -100 a 0 — zona crítica;
  2. pontuação 1 a 50 — zona de aperfeiçoamento;
  3. pontuação 51 a 70 — zona de qualidade;
  4. pontuação 71 a 100 — zona de perfeição.

Por pior que seja a pontuação da empresa, a ideia é prosseguir e chegar à zona de perfeição. Para tanto, o período de experiência dos profissionais deve ser o melhor possível, com um ambiente que gere bem-estar, propósito e motivação.

É preciso destacar que esse progresso não depende apenas do setor de RH, porém, de cada um dos líderes da empresa. Todos influenciam no sucesso da gestão de pessoas, na experiência dos talentos na empresa e na qualidade do clima organizacional.

O ideal é traçar metas de melhoria, definindo o que deve ser melhorado, como, por quem e até quando deve ser melhorado. Também é preciso conversar com os profissionais, buscando entender os pontos fortes e fracos do período de experiência.

Quais os benefícios do Net Promoter Score do Colaborador?

As vantagens são diversas, que vão desde a mensuração da satisfação dos colaboradores recém-contratados até a melhoria contínua. Entenda os principais!

Mede a satisfação e lealdade dos colaboradores

A vantagem mais explícita é a mensuração do nível de satisfação dos colaboradores que passaram pelo período de experiência. É complexo calcular algo abstrato como a satisfação e a lealdade, porém, o NPS deixa esse processo mais fácil.

Esse entendimento é importante não apenas para o RH, mas para toda a empresa. Profissionais satisfeitos produzem mais, atendem melhor aos clientes, permanecem por mais tempo na empresa e disseminam a marca da empresa entre seus amigos.

Estabelece padrões para o período de experiência

Não existem muitos padrões de qualidade relacionados ao período de experiência dos profissionais. No entanto, ao usar o Net Promoter Score, torna-se simples entender a zona de qualidade na qual a empresa se encontra (perfeição ou crítica, por exemplo).

Isso é realmente útil para promover o progresso, estabelecer metas de melhoria e unir todos os líderes na melhoria do período de experiência dos profissionais. Assim, é possível ter uma noção clara de status quo e estado desejado.

Ajuda a detectar pontos críticos e reter talentos

Ao acompanhar esse indicador, é possível identificar pontos críticos e que precisam de maior atenção da empresa. Em seguida, é possível implementar melhorias pontuais e garantir que os talentos tenham uma melhor experiência na empresa.

Isso tem um impacto significativo na retenção de talentos, garantindo que continuem na empresa após a experiência. E mais, contribui para a redução dos gastos ligados ao processo de demissão, bem como para a melhoria da marca empregadora da firma.

Como pode observar, é muito simples aplicar “a pergunta definitiva”, identificar a pontuação de Net Promoter Score e a zona de qualidade da empresa. No final, será mais fácil entender os profissionais, oferecer um melhor período de experiência e garantir a retenção de talentos. Assim, todos serão beneficiados.

E aí, está pronto (a) para aplicar o Net Promoter Score em sua empresa? Tem dúvidas ou sugestões acerca do assunto? Deixe seu comentário!


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment