Mapeamento de Perfil: O futuro do Recrutamento e Seleção!

Quando falamos em futuro do Recrutamento e Seleção não temos como não nos deparar com o Mapeamento de Perfil que é uma ferramenta que está sendo apontada como uma das futuras tendências do Recrutamento e Seleção, pelo menos segundo apresenta uma pesquisa formulada pelo Linkedin divulgada em 2016.

O trabalho inicia com o levantamento do Perfil a ser preenchido para uma determinada função ou cargo. Descrever esse Perfil somente se baseando em informações sobre a experiência necessária, habilidades e características desejadas por quem abriu a vaga pode não ser mais suficiente.

O que está por trás de uma boa definição sobre o futuro funcionário deve ser baseado em um conhecimento mais consistente sobre as habilidades, tendências de comportamento e motivações. Somente com estas informações, será possível saber se o Candidato estará alinhado com o quer se espera dele para determinada posição.

Seguindo com a definição da vaga partimos para a avaliação do Candidato confrontando-o com o Perfil ideal da vaga aberta. Como na definição do Perfil, o trabalho de avaliação do Candidato vai muito além da simples análise do currículo, tradicionais questionamentos feitos ao profissional: quais suas metas, seus objetivos, etc e testes psicológicos padrões sobre personalidade.

Na prática, ganha-se um conhecimento maior das capacidades das pessoas, alinhando melhor as expectativas e funções. Por isso o mapeamento de perfil permite alinhar o que temos dentro da empresa à busca do perfil do profissional desejado, permitindo oferecer uma oportunidade que se encaixe no que os Candidatos têm de melhor para oferecer.

Não é raro encontrarmos pessoas que, mesmo exercendo bem suas atividades, não estejam satisfeitas com o que fazem. Elas têm grande experiência, mas nenhuma motivação intrínseca. Sem gostar do que está fazendo, deixa de corresponder às expectativas da empresa e suas próprias. Com o mapeamento de perfil, é possível conhecer melhor estes profissionais e, dentro do possível, corrigir estes desvios de rotas logo no início, antes mesmo de contratá-los, justamente para evitar aquela impressão ruim que a pessoa não era a mais indicada para aquela vaga.

Para as empresas, as vantagens são claras. Conhecer seus futuros profissionais com este nível de profundidade antes de serem contratados facilita a gestão na pós-contratação porque favorece relações internas mais fluídas e estimula a busca por resultados mais interessantes.

Para a área de Recursos Humanos os benefícios são muitos também, pois a área passa a desempenhar um papel mais estratégico na condução de políticas que favorecem desde a retenção de profissionais até a construção de um ambiente mais produtivo e feliz, pois a partir do momento que o profissional se sinta mais a vontade e mais satisfeito com as atividades que realiza, mais se encaixa em suas motivações intrínsecas e propósitos profissionais.

Gostou do nosso artigo? Receba periodicamente novos textos como este após assinar nosso Blog: Quero receber!

Formulário de abertura de vaga


About

Leave Comment