Gestão de equipe: como a tecnologia influi em processos seletivos?

A tecnologia é uma aliada importante para uma empresa em geral e para determinados setores em particular. No setor de Recursos Humanos, as ferramentas tecnológicas podem ajudar na gestão de equipe. Essa gestão necessita de um acompanhamento detalhado de seus funcionários para que o gestor conte com avaliações assertivas e tome decisões mais bem ponderadas.

A tecnologia pode ajudar principalmente em processos de recrutamento e de seleção. Para ajudar nesses processos, existem práticas de gestão aliadas a ferramentas específicas que podem ser úteis.

Leia o post e saiba mais sobre o assunto!

A tecnologia como diferencial competitivo

A gestão de equipe no setor de RH pode ganhar muito com a aplicação das ferramentas tecnológicas adequadas. Elas podem facilitar o trabalho, aumentando a produtividade e tornando o ambiente mais agradável, o que contribui para aumentar a satisfação dos colaboradores.

Além disso, a tecnologia bem utilizada em qualquer empresa é um significativo diferencial competitivo. Perante a concorrência e as crises financeiras, perante a instabilidade no mercado e a demanda alta pela captação e retenção de profissionais talentosos, o desenvolvimento tecnológico pode representar muita diferença entre uma empresa que o possui e outra que está menos preparada tecnologicamente.

Na gestão de pessoal, a tecnologia ajuda a melhorar o nível de comunicabilidade entre os funcionários e os gestores, dos colaboradores entre si e entre a equipe e os candidatos.

Confira os benefícios que as novas tecnologias conferem aos processos de recrutamento e seleção.

A facilidade de encontrar candidatos

Com uma boa tecnologia, o setor de RH poderá encontrar candidatos com mais facilidade. As redes sociais, por exemplo, permitem alcançar um grande número de pessoas. O LinkedIn é uma rede social voltada principalmente para aprimorar o contato entre empresas e profissionais.

Os sistemas informatizados permitem criar um banco de dados com informações mais específicas sobre os candidatos. O perfil do candidato pode ser mais bem definido a partir da análise dos requisitos necessários para o desempenho das funções.

Até simples aplicativos, que podem ser usados em aparelhos mobile, podem otimizar a busca por candidatos que se enquadrem no perfil elaborado pela empresa.

A realização de entrevistas online

A tecnologia também contribui para recrutar candidatos a distância. Por exemplo, atualmente, é possível realizar entrevistas online, dispensando a necessidade da presença física do candidato na empresa.

Essa vantagem garante a flexibilidade nos processos de recrutamento e seleção, o que favorece tanto a equipe de RH quanto os candidatos.

A possibilidade de realizar testes e treinamentos online

Os testes com os candidatos também poderão ser realizados online, sem a necessidade de deslocamentos e respeitando uma maior flexibilidade de horários. Recursos como o Skype, por exemplo, permitem uma comunicação em tempo real com direito a visualização e a áudio.

Os treinamentos são outra importante etapa na gestão de equipe. Por meio deles, é possível aprimorar as aptidões dos funcionários e preparar aqueles que estão se candidatando e já foram recrutados e selecionados.

Os treinamentos devem ser efetuados conforme a cultura organizacional da empresa e visando aprimorar aptidões e comportamentos. É fundamental avaliar as competências que devem ser trabalhadas respeitando o perfil de cada funcionário.

É preciso desenvolver processos determinados, que serão conduzidos por uma equipe qualificada, que saiba utilizar os recursos tecnológicos à disposição. Por meio de um LMS, é possível efetivar um bom trabalho. LMS significa Learning Management System (Sistema de Gestão de Aprendizagem). Trata-se de uma plataforma de aprendizagem eletrônica (e-learning) que é implementada seguindo uma metodologia pedagógica e cuja finalidade é promover educação à distância. É uma solução EAD com diferentes funcionalidades e recursos.

Muitas universidades online funcionam no Brasil com reconhecimento do MEC, provando que oferecem ensino de boa qualidade. Além das universidades, muitas escolas oferecem cursos e treinamentos com direito a certificado. O EAD oferece vantagens como maior acessibilidade, economia de custos e de tempo, maior diversidade nas abordagens, padronização dos treinamentos, maior engajamento e interatividade, motivação da autoaprendizagem (o treinamento à distância requer um interesse maior do aluno, que precisa estar disposto a aprender de forma mais autônoma, mais independente).

O monitoramento dos resultados

Os sistemas automatizados também permitem monitorar os resultados por meio de indicadores específicos. Mensurar os resultados contribui para analisar se as metas propostas estão sendo cumpridas. Essa análise poderá até dar novos insights e ajudar a reavaliar as metas, corrigindo-as conforme os resultados alcançados.

O monitoramento facilita determinar o rumo dos acontecimentos, ou seja, é mais fácil para a equipe coordenar os eventos de modo que eles atinjam as metas definidas pelo RH.

A maior parte das ferramentas automatizadas viabiliza o monitoramento em tempo real, possibilitando a intervenção no momento exato em que se faz necessário tomar uma ação.

A avaliação de dados e as decisões baseadas em Big Data

Muito importante na gestão de equipe e nos processos de recrutamento e seleção é a coleta de dados. Existe, também, um importante recurso que pode recolher uma quantidade volumosa de dados em pouco tempo. É o Big Data.

A função dele é coletar e armazenar muitos dados que poderão ser analisados posteriormente e validados como informações importantes para o recrutamento e a seleção. A quantidade elevada de dados é importante, mas ainda mais importante é a sua destinação, pois eles precisam ser bem direcionados, visando objetivos determinados.

Existem softwares que podem analisar diferentes dados referentes ao comportamento dos candidatos e dos funcionários. Ferramentas como Business Intelligence (BI) podem ser associadas ao Big Data para oferecer melhores resultados de coleta e análise de dados. Com eles, permite-se recolher, cruzar e avaliar dados diversos, originários de fontes diferentes (inclusive das redes sociais).

Um bom sistema automatizado pode considerar quais requisitos são importantes e essenciais para uma posição dentro da empresa. Dessa maneira, ele pode filtrar as informações que atendem às necessidades do negócio.

A centralização dos dados em um banco único, seguindo um formato específico, possibilita aos candidatos fazer um cadastro seguro e eficiente, com melhor acessibilidade, o que confere à equipe uma maior coordenação sobre eles.

O histórico de dados fica disponível no sistema para tornar o trabalho mais eficiente em outras seleções.

As outras vantagens em aplicar a tecnologia na gestão de equipe

Ainda podem ser elencados outros benefícios que a tecnologia pode oferecer para a gestão de equipe durante o recrutamento e a seleção:

  1. acessibilidade e transparência: a tecnologia favorece a maior organização do RH, com os dados dos funcionários e candidatos mais acessíveis à equipe, o que torna o trabalho mais transparente;
  2. organização das contratações atuais;
  3. melhoria da comunicação institucional: com a automação, fica mais fácil para a equipe dar feedbacks aos candidatos que já fizeram o processo seletivo;
  4. integração entre diferentes ferramentas: isso melhora o desempenho do RH.

E você, já usa a tecnologia na gestão de equipe do setor de Recursos Humanos? Aproveite para compartilhar este post nas redes sociais e estimular o uso de recursos tecnológicos para o RH entre seus contatos!


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment