Qual é a importância do exame admissional? Entenda!

O exame admissional é uma importante fonte de segurança, tanto para a empresa quanto para o colaborador. Isso porque, além de salvaguardar a organização contra processos indevidos, ele garante os direitos do funcionário, caso ele adoeça no ambiente de trabalho.

Quando pensamos na captação de novos talentos para uma empresa, algumas atividades, como a avaliação de candidatos e o processo de onboarding, costumam vir logo à nossa mente. É necessário ressaltar, porém, que outras tarefas são muito importantes nesse processo — dentre elas, o exame admissional é indispensável.

Isso ocorre porque esse exame é exigido por lei, o que significa que, ao deixá-lo de lado, uma companhia corre o risco de sofrer sérias sanções.

Você tem interesse em aprender mais sobre esse tema? Leia o artigo e descubra por que o exame admissional é tão importante!

Afinal, o que é o exame admissional?

De um modo simples e resumido, podemos dizer que o exame admissional é uma prática realizada antes que a contratação de um candidato a colaborador seja finalizada. O seu objetivo é detectar possíveis problemas de saúde e indicá-los à empresa interessada na contração.

Para que esse processo seja considerado válido, ele deve ser obviamente realizado por um médico devidamente especializado. Além disso, é interessante ressaltar que esse tipo de exame costuma ser constituído pelas seguintes práticas:

  • pesquisa de histórico sobre doenças e acidentes;
  • consulta a respeito de outras atividades profissionais realizadas pelo candidato e dos riscos aos quais ele estava exposto;
  • realização de exames físicos e psicológicos;
  • realização de exames mais complexos, caso algum problema seja identificado nas etapas anteriores.

Por que é tão importante realizar esse procedimento?

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que, como já foi citado no artigo, a realização do exame admissional é uma obrigação legal. Portanto, ao deixar de realizá-lo, uma companhia está contra a norma e pode sofrer sanções legais. A questão é que essa prática também acarreta benefícios para a empresa e, até mesmo, para o colaborador. Continue a leitura e descubra mais sobre eles.

Benefícios para a empresa

Embora a maior parte dos candidatos a uma posição na empresa seja composta de pessoas sérias, que, de fato, desejam trabalhar e crescer na companhia, sempre vai existir um pequeno grupo de indivíduos que apenas deseja se aproveitar da situação. Por esse motivo, é importante que o processo de recrutamento seja eficiente o suficiente para identificar candidatos com esse perfil.

Em todo caso, existe a possibilidade de que uma pessoa que já tenha algum problema de saúde no momento da contratação acione a justiça, alegando que contraiu essa condição no trabalho atual, o que tende a gerar uma série de custos, para a empresa com processos legais.

Ao realizar o exame admissional, a companhia adquire um registro da situação de saúde do candidato antes de a contratação ser efetivada, o que inibe processos sem a devida justificativa.

Benefícios para o colaborador

Por outro lado, é natural que um trabalhador sério se preocupe com a sua saúde e com os efeitos que o ambiente de trabalho pode exercer sobre ela. Afinal, caso ele fique doente, seu padrão de vida tende a ser seriamente abalado.

Nesse contexto, o exame admissional também funciona como uma garantia para ele, de modo que, caso ele venha a ter algum problema ocasionado por suas atividades na empresa, será capaz de comprová-lo com maior facilidade.

Otimização do ambiente de trabalho para pessoas com necessidades especiais

Embora a questão da proteção jurídica seja muito importante, ela não é o único fator a ser considerado quando pensamos na importância do exame admissional. Em um mundo cada vez mais conectado, em que a tecnologia permite que a informação e o conhecimento sejam trocados com facilidade, é natural que as pessoas se tornem mais conscientes em relação a alguns temas, como a acessibilidade.

Nesse novo cenário, empresas socialmente responsáveis estão mais do que interessadas em abrir posições, em seu quadro de colaboradores, para pessoas com condições especiais, pois essa diversidade contribui para o seu desenvolvimento e ainda melhora sua imagem diante do público e dos demais colaboradores.

O exame admissional, por sua vez, permite que o setor de Recursos Humanos identifique as necessidades do colaborador e, assim, prepare o ambiente e a equipe para que ele, de fato, seja capaz de desempenhar suas atividades na empresa.

Quais problemas uma empresa pode enfrentar caso o exame admissional não seja realizado?

Agora que você entende a importância do exame admissional e conhece os seus benefícios, é hora de descobrir os riscos aos quais a sua empresa estará submetida caso não o realize. Confira!

Desacordo com a lei

Segundo o artigo 168, presente na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o exame admissional é obrigatório. Caso ele não seja realizado, a empresa em questão pode ser punida nos termos do artigo 201 do mesmo conjunto de leis, que estabelece uma multa que pode variar entre R$ 670,89 e R$ 6.708,88.

Embora esse valor possa não parecer muito elevado para algumas companhias, quando pensamos nos impactos que uma sanção legal pode acarretar à imagem de uma empresa, é fácil chegar à conclusão de que esse problema deve ser evitado ao máximo.

Risco de processos judiciais

De certo modo, a realização do exame funciona como uma salvaguarda para a empresa, pois ele gera documentos e comprovantes a respeito da situação do candidato, antes que ele seja contratado. Uma vez que o exame não ocorre, porém, essa proteção não existe, o que torna mais fácil, para um colaborador, acionar a justiça e culpar a empresa por uma condição de que ele já sofria antes de começar a trabalhar.

Redução de produtividade

Embora o time de colaboradores seja composto, em sua maioria, por pessoas sérias, o exame admissional ainda se faz necessário. Afinal, o trabalhador pode sofrer com alguma condição desfavorável sem saber, um problema que reduziria o seu desempenho e causaria custos à empresa com faltas e licenças.

Outro ponto a ser considerado é que se o colaborador não conhecer a sua condição antes de entrar na empresa, ele pode ser levado a acreditar que a contraiu no trabalho, o que poderia levá-lo a acionar a companhia na justiça.

Para que uma empresa cresça e conquiste espaço no mercado, ela precisa seguir corretamente as normas legais. Além disso, uma vez que seus talentos são indispensáveis para a execução de suas atividades, é fundamental que eles contem com o apoio e com as condições necessárias para desempenhar bem as suas funções.

Agora que você entende a importância do exame admissional, o que acha de dividir esse conhecimento com os seus amigos? Compartilhe o artigo em suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso ao tema!

About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment