Entrevista por vídeo e entrevista física: quando escolher cada uma?

Para acompanhar o dinamismo do mercado, desenvolver processos seletivos arrojados e que otimizem a busca por talentos tornou-se uma premissa fundamental para as empresas da atualidade. Nesse sentido, o uso de tecnologias é condição sine qua non para sua organização atingir os resultados desejados nas diversas etapas de recrutamento.

Entre as formas de avaliar os candidatos estão as entrevistas online, ferramenta já adotada por grandes corporações ao redor do mundo, a fim de facilitar a participação de talentos em potencial geograficamente distantes e agilizar a triagem. Mas qual é o melhor momento para adotar a entrevista por vídeo e entrevista física?

Para ajudar você a entender os benefícios da entrevista por vídeo, este post explica como essa ferramenta funciona e aborda as melhores maneiras de incluí-la nos seus processos seletivos. Além disso, trazemos 5 razões para adotar esse recurso, contudo, sem excluir os encontros presenciais. Acompanhe as próximas linhas!

Qual é a diferença entre entrevista por vídeo e entrevista física?

Ao longo de sua trajetória, você provavelmente já utilizou entrevistas físicas inúmeras vezes nos processos de recrutamento e seleção de sua empresa.

Tradicionalmente presente como ferramenta de RH, a entrevista física é um recurso bem conhecido. Nela, o candidato é sabatinado com o intuito de ser avaliado do ponto de vista comportamental e técnico.

Esses encontros, inclusive, podem integrar uma série de desafios, como dinâmicas de grupo, apresentação de projetos e performances em condições de pressão.

Trata-se de um evento que demanda despender diferentes tipos de recursos (humanos, estruturais, materiais, financeiros e de tempo) para conseguir eficácia na realização. Algo bastante oneroso, conforme a estratégia, e demorado, especialmente se a lista de candidatos for extensa.

Por isso, com a sofisticação dos softwares de recrutamento e seleção, as entrevistas online, por meio de plataformas de videoconferência, estão se tornando muito populares.

Além de permitirem que os candidatos participem das etapas de qualquer localidade, entrevistas por vídeo possibilitam não apenas que os encontros aconteçam ao vivo, mas também por meio de gravações contendo respostas específicas, as quais podem ser avaliadas posteriormente.

Ao utilizar o recurso da entrevista por vídeo, sua empresa também consegue observar características individuais do candidato, como expressão oral, desenvoltura, habilidades técnicas e até seu comportamento, contudo, preservando sua individualidade e garantindo melhor experiência no contato com a organização.

Como efeito, há melhor gestão do tempo, minimização de custos e sua empresa consegue investigar os potenciais talentos com maior eficácia. Ademais, esse tipo de triagem evita desgastes para os candidatos dispensados.

A necessidade do recrutamento online

Além da otimização dos processos seletivos, utilizar o recurso da videoconferência (como também é chamada a entrevista por vídeo) vai ao encontro da era digital.

Ao passo que as tecnologias estão exigindo uma transformação nos meios de produção das organizações, os processos seletivos também precisam passar por modernização, a fim de acompanhar a nova geração de profissionais ― os Millennials ―, altamente familiarizada com o universo digital.

Recursos mais tradicionais (Skype e Google Hangouts) atendem a algumas possibilidades oferecidas pela entrevista por vídeo. Porém, sua empresa pode contar também com ferramentas exclusivas e funcionalidades específicas.

Tudo dependerá das vantagens que se deseja obter e do investimento a ser feito. É bastante válido procurar empresas especializadas, de forma que os softwares sejam desenvolvidos para atender bem às necessidades da corporação.

A vantagem é tanta que softwares como o Compleo Video, integrante do Compleo ATS, já são considerados um exemplo bem-sucedido de funcionalidade e estão ganhando cada vez mais a preferência de gestores de RH, uma vez que seus recursos estão proporcionando maior produtividade às entrevistas graças à integração do recurso de vídeo.

Quando utilizar o vídeo ou o encontro presencial?

Deve-se entender que a entrevista por vídeo não aparece como uma opção para substituir, de uma vez por todas, a entrevista física. Todavia, ela entra no cenário de recrutamento e seleção como uma maneira de complementar e simplificar o processo de triagem.

Funciona como uma espécie muito eficiente de “peneira”, eliminando imediatamente as pessoas que não exibem as características necessárias para o cargo oferecido. Dessa forma, a necessidade da entrevista presencial se estabelece apenas para os candidatos que correspondem ao perfil exato que a empresa busca.

Isso evita a morosidade dos “pentes finos” das etapas presenciais, com um grande volume de candidatos dentro da organização, melhorando, inclusive, a experiência dos candidatos com a empresa.

Em um exemplo prático, se sua empresa está acostumada a utilizar meios mecânicos para filtrar um grande número de candidatos, como minientrevistas por telefone, o recurso do vídeo substitui essa etapa. Além disso, os recrutadores já partem para a entrevista física com uma ideia em construção sobre os profissionais que conhecerão pessoalmente.

Sendo assim, a entrevista física ainda é essencial. Ela pode ser usada nas etapas mais avançadas, já com um número mais reduzido de candidatos, com o intuito de abordagens mais específicas para o cargo aspirado.

Uma das grandes vantagens do método presencial é o fato de o recrutador sentir a energia do candidato, seu interesse e disposição para a função, o que é fundamental para que a escolha mais apropriada aconteça.

Quais são os benefícios e facilidades da entrevista por vídeo?

Você já percebeu que a entrevista por vídeo tem uma série de vantagens e que chega com o intuito de complementar as etapas presenciais do processo de seleção.

Dessa forma, apostar no uso da tecnologia nos processos de recrutamento e seleção é um caminho indispensável à sua constante otimização. Sem os recursos digitais, a morosidade dos processos tradicionais pode afastar talentos importantes, que serão levados para empresas com uma seleção mais dinâmica.

Sendo assim, entenda nestas 5 razões por que a entrevista com o uso de vídeo é mais do que uma tendência e apresenta diversos benefícios para quem utiliza essa opção.

Agilidade do processo

Receber vídeos dos candidatos no processo de triagem agiliza essa etapa. A triagem pode ser feita sem que o recrutador saia da empresa e dispensa a necessidade de uma estrutura maior, por exemplo.

Além disso, talentos que já estão empregados podem participar da seleção sem prejudicar seus horários de trabalho. Afinal, os vídeos podem ser gravados fora dos horários convencionais e depois enviados para o recrutador.

É possível também que o recrutador forneça as perguntas previamente para o candidato, que utiliza o vídeo para respondê-las. É interessante definir o tempo mínimo e máximo para cada questão. Isso tornará o processo ainda mais produtivo e objetivo, possibilitando que um número maior de candidatos seja entrevistado.

Otimização de tempo

Quando falamos em entrevista por vídeo, uma das principais vantagens é a utilização eficiente do tempo. Isso porque o agendamento de encontros presenciais ocasiona uma operação logística, tanto por parte dos candidatos quanto dos recrutadores, que está sujeita a falhas decorrentes de condições adversas.

Principalmente em cidades populosas, o nível de organização para uma entrevista física demanda um tempo maior de preparo, especialmente porque pelo menos uma das partes dependerá do trânsito.

Fatores climáticos e até desconhecimento da região onde será a entrevista podem ser complicadores que acarretam atrasos e até mesmo abstenções, problemas prejudiciais ao dia de seleção.

Com a entrevista por vídeo, esses problemas são drasticamente reduzidos. O principal é que os recrutadores não precisam destinar seu tempo exclusivamente para receber os candidatos, tampouco se deslocar.

Redução de custos

Quanto mais você otimiza seu tempo, mais economiza com os processos seletivos. Como dissemos, a utilização de plataformas online apresenta diversas funcionalidades que agilizam as contratações, evitando gastos desnecessários.

Isso porque a triagem, quando feita dessa forma, elimina etapas como as ligações telefônicas e os vários encontros presenciais. Além disso, são feitas economias com as possíveis horas extras dos profissionais envolvidos e também serviços de terceiros.

Vale lembrar ainda que a tecnologia em questão tem custos muito mais estáveis e não se desgasta com o uso. Ou seja, o investimento nela pode ser reaproveitado de forma contínua.

Além disso, com tecnologias como o armazenamento em nuvem (cloud computing), os vídeos e outros dados dos candidatos podem ser guardados a um custo muito baixo, em comparação com os montantes investidos na estrutura das etapas presenciais de um recrutamento.

Registro permanente

Como todo o histórico dos candidatos fica permanentemente registrado, a análise desse material pode acontecer de forma atemporal. Isso é bem vantajoso, tanto porque independe do imediatismo quanto porque a empresa consegue traçar o perfil dos talentos com os quais teve contato, o que permite manter um banco de profissionais interessantes atualizado.

Ainda que um candidato, porventura, não tenha sido escolhido para dar continuidade à seleção naquele momento, se suas informações estão guardadas em um banco, os recrutadores têm condições de resgatar esses registros e, quem sabe, promover a contratação desse profissional em um momento posterior.

Maior eficácia nas escolhas

Outro benefício das entrevistas por vídeo é a possibilidade de analisar os materiais com maior profundidade.

Enquanto em uma entrevista física as impressões são construídas com base no que se observa momentaneamente e as conclusões são fruto, principalmente, de apontamentos e da memória, as entrevistas por vídeo possibilitam uma análise mais calma e criteriosa.

Além de ser possível assistir aos materiais diversas vezes, os recrutadores também conseguem rever pontualmente as imagens de cada candidato e comparar as respostas para perguntas cruciais. Ainda, se persistir alguma dúvida em relação a um perfil comportamental, cruzar essas informações facilita uma escolha mais certeira e eficiente.

Como você percebeu, entrevista por vídeo e entrevista física são dois recursos indispensáveis em um processo de recrutamento e seleção mais eficiente. Sabendo como utilizá-los da maneira correta, seus resultados certamente serão maiores e você correrá menos riscos de perder talentos importantes para organizações concorrentes.

Viu como é essencial investir em um processo de seleção inovador? Então, não espere mais. Entre em contato conosco e conheça nossas soluções tecnológicas. Podemos ajudá-lo a revolucionar suas etapas de recrutamento e seleção!


About

Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment