Entenda a relação entre Cultura organizacional X Perfil da vaga

Se compararmos uma empresa com um ser humano, podemos dizer que a cultura organizacional dela é sua personalidade. Diante disso podemos afirmar que um profissional, por mais preparado que esteja e com a experiência certa, precisa estar em conformidade com a cultura dessa corporação se quiser se dar bem e ajuda-la crescer.

Não basta apenas ter o perfil da vaga, se as normas e valores que a empresa tem não combinam com o profissional que busca exercer algum trabalho nela. É preciso estar alinhado com a maneira que a empresa trabalha e viver sua cultura para dar certo.

Mas quais problemas e desafios que podem atrapalhar um processo seletivo no que diz respeito à cultura da empresa? Uma descrição de vaga alinhada à cultura não conta? Vamos entender isso agora!

A cultura organizacional deve ser prioridade na hora da seleção

Muitas vezes você pode estar preocupado em relação a quantos candidatos serão impactados com a vaga, quantos irão fazer a entrevista, quantos terão um currículo interessante mas esquece que tudo isso pode não ter qualquer importância se esses candidatos não se adequarem ao que a empresa realmente quer.

Como é a cultura organizacional que está recrutando candidatos? Que tipo de vaga é esta? Como são os gestores da área? A empresa tem um perfil jovem ou antigo? É conservadora ou liberal? Trabalha em que ramo do mercado? Qual a média salarial que ela está ofertando?

Essas são as perguntas básicas que devem ser feitas para empresa com o objetivo de traçar um perfil de sua cultura organizacional, para depois conseguir enxergar o perfil de candidato que será mais adequado para ela. Muitas empresas com estilo mais conservador e que seguem a risca o uso de uniformes, pode encontrar problemas com um novo funcionário que veio de uma empresa mais liberal e que tinha liberado os trajes e a exibição de tatuagens, por exemplo.

Por mais competente que seja um profissional e por mais conformidade que ele tenha com a vaga, com um olhar mais cuidadoso, o profissional de RH consegue identificar se esse candidato está alinhado ou não com o que a empresa quer e isso vai além de seus atributos curriculares.

Um currículo perfeito nem sempre diz tudo

Como dissemos anteriormente, o profissional pode ser o mais competente do mercado, com um currículo impecável e tendo por certo a oportunidade de emprego. Porém, nem sempre o currículo perfeito irá levar esse profissional a ser perfeito para sua vaga, por que a vaga perfeita se encontra em outra empresa com valores e cultura diferentes.

Quando o RH erra e fecha uma vaga sendo que e a cultura organizacional não bate com a do candidato e vice-versa, ele traz prejuízo para ambas, pois em pouco tempo o funcionário não produzirá mais o desejado e ficará desanimado, independente do salário e benefícios que recebe. Da mesma forma, toda a corporação sai perdendo com projetos mais lentos, prazos mais apertados e uma qualidade de serviços ruim.

Conclusão

Não espere que o requisitante da vaga preencha apenas os campos sobre as atividades e responsabilidades, entre outros requisitos, vá além dessas informações, procure fazer uma leitura do ambiente, das pessoas que irão trabalhar com o novo profissional, incluindo o responsável.

No final, quanto mais informações você conseguir capturar sobre a cultura organizacional, mais alinhado ficará o perfil da vaga em relação ao que a empresa busca e as suas chances de achar a pessoa mais indicada em um menor tempo aumentarão consideravelmente.

Esperamos que nossas dicas tenham ajudado você em seu processo de seletivo. Não deixe de acompanhar nossos artigos, compartilhar e comentar!

 

Formulário de abertura de vaga


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment