Custo de aquisição de talentos: como reduzir de forma eficiente?

Encontrar e contratar talentos é um grande desafio, especialmente em áreas técnicas. Segundo pesquisa do ManpowerGroup, o Brasil está entre os 5 priores países para preencher posições de trabalho. Por causa disso, é preciso ter uma boa estratégia de contratação.

Essa estratégia, no entanto, pesa um pouco no orçamento do RH e da empresa. O custo de aquisição de talentos torna-se elevado a partir do momento em que a empresa precisa gastar horas com esse processo, especialmente na etapa de seleção.

Pensando nisso, criamos um guia para você! Nele você conhecerá os custos de contratação de talentos, como reduzi-los e o papel das entrevistas por vídeo.

Boa leitura!

Origens do Custo de Aquisição de Talentos

Uma coisa é certa: contratar talentos é crucial para manter a empresa competitiva. Algumas pesquisas informam que organizações que investem efetivamente na gestão de pessoas possuem desempenho 51% superior à concorrência, em média.

Alguns custos relacionados à contratação devem ser considerados. O primeiro surge antes do recrutamento e da seleção: a construção da marca empregadora. O intuito é construir uma imagem positiva da empresa para o mercado de trabalho, fazendo com que os profissionais acima da média queiram atuar nela.

Nesse caso, é possível destacar custos com: elaboração da página de carreira, peças para redes sociais, vídeos e depoimentos sobre a cultura organizacional.

Quando o recrutamento começa, existem outros tipos de custos. É preciso fazer a divulgação das posições de trabalho nas redes sociais, parcerias com agências de seleção ou headhunters (caçadores de talentos). Os custos podem ser ainda maiores quando há dificuldades na contratação.

Por fim, vale citar as despesas com o processo seletivo. Tradicionalmente, todo o processo de seleção é feito dentro da empresa — entrevistas, dinâmicas, testes, etc — o que gera um custo desnecessário, na maioria das vezes. Ademais, isso sobrecarrega a agenda do profissional de RH.

Como reduzir os custos de forma eficiente

Para reduzir custos, é preciso apostar em novas tecnologias — ou seja, tornar o RH da empresa mais digital. Segundo pesquisa da Deloitte, cerca de 56% das empresas já estão redesenhando seus processos de RH e apostando em ferramentas digitais.

Uma das mais importantes é o software de recrutamento e seleção. Ele ajuda a gerenciar todo o processo de contratação: anúncio de posições em aberto, triagem dos primeiros perfis profissionais e comunicação com os candidatos.

O software permite anunciar posições de trabalho em diversos portais a partir de um único lugar, centralizando todo o trabalho e otimizando o tempo do recrutador. Além disso, é possível criar formulários de candidatura e conhecer melhor os talentos ainda nessa primeira etapa.

Outra tecnologia que vem ganhando cada vez mais destaque é o software de entrevistas por meio de vídeos. Atualmente, não é preciso perder tempo — e dinheiro — com entrevistas presenciais que poderiam ser evitadas: basta enviar o roteiro de perguntas e assistir as respostas.

É possível assistir o mesmo vídeo por diversas vezes, além de compartilhá-lo com outros gestores do empreendimento. Isso agrega maior flexibilidade e comodidade ao processo de seleção, permitindo que o recrutador reduza custos e foque em outras atividades.

Como a entrevista em vídeo ajuda a reduzir custos

Um software de entrevista por vídeo economiza tempo e dinheiro para o setor de RH. Com ele, os candidatos podem gravar suas repostas com o próprio smartphone e enviar o arquivo para o recrutador, tornando todo o processo mais flexível e eficaz.

Confira os benefícios:

Reduz o tempo que o profissional dedicaria à entrevista

Um profissional de RH gasta muito tempo para deixar tudo nos conformes para que a entrevista presencial comece. Além de preparar o espaço, ele costuma repassar o roteiro da conversa e alinhar outros líderes que participarão do momento.

Em alguns casos, o candidato falta ou cancela a entrevista, fazendo com que todo o tempo empregado tenha sido em vão. Como observado, a entrevista por meio do vídeo permite que todo esse tempo seja eliminado.

Basta criar um roteiro de perguntas para o profissional e aguardar suas repostas em vídeo. O conteúdo pode ser compartilhado, visto e revisto quantas vezes forem necessárias.

Aumenta a velocidade e a eficiência da própria entrevista

Na entrevista presencial, é comum a falta de objetividade — coisas que não são pertinentes ao momento quase sempre são discutidas. Além disso, as informações mais importantes precisam ser anotadas pelo recrutador, o que não é muito interessante no meio da entrevista.

Ao realizar a entrevista em vídeo, é possível aumentar a objetividade e fazer com que o profissional responda o que é realmente importante para a empresa. Assim, é possível manter o foco e conversar sobre o que realmente interessa, deixando outros assuntos de lado.

Como as respostas são gravadas, é possível arquivá-las e ter acesso a elas no futuro, caso surja uma nova demanda. Logo, a eficiência é muito maior.

Elimina gastos com ligações telefônicas

É muito comum que o RH precise usar o telefone para agendar uma reunião presencial, tirar dúvidas que ficaram ao ler o perfil profissional ou para dar feedbacks da entrevista presencial. Seja qual for o caso, esse não é o melhor método. Ao usar a entrevista por vídeo, otimiza-se o tempo e o custo com ligações.

Diferentemente do que acontece por telefone, ao assistir as repostas dos candidatos por vídeo é possível observar sua expressão corporal, seus gestos e a forma como se veste. Assim, é possível realizar uma análise mais sistêmica e averiguar se o candidato possui aderência ao cargo.

Permite que mais candidatos participem da seleção

Com a tecnologia em vídeo é possível que mais candidatos participem do processo seletivo — afinal, o RH terá flexibilidade para isso. Por consequência, as chances de contratar alguém com aderência à função e à equipe também são maiores, o que beneficiará a empresa.

A redução de custo está no fato de que profissionais aderentes ficam por muito mais tempo na empresa, reduzindo indicadores como o turnover e o absenteísmo. Ou seja, a companhia elimina gastos futuros e torna seu time de trabalho muito mais eficaz.

Esses são apenas alguns dos benefícios em usar o vídeo para o processo de recrutamento e seleção. A realidade é que o setor de RH precisará se modernizar cada vez mais para atuar com eficácia e contribuir para o crescimento da empresa.

Gostou do conteúdo? Aproveite para conhecer o Compleo Vídeo, a melhor tecnologia para realização de entrevistas à distância. Com ele, será possível reduzir o custo de aquisição de talentos e tornar a contratação muito mais eficaz.


About

Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível.

Leave Comment