Conheça as tendências de gestão de pessoas e desenvolvimento humano

A gestão de pessoas evoluiu muito nos últimos anos. As antigas rotinas de departamento pessoal não são mais suficientes para promover o crescimento dos colaboradores e da empresa. Logo, é preciso conhecer as novas tendências de gestão de pessoas e desenvolvimento humano.

Muitas práticas inovadoras já ganharam espaço nas empresas de ponta, e outras estão se tornando naturais. Modelar a experiência dos empregados, por exemplo, foi um tema que só começou a ser discutido há alguns anos. 

Neste post, aproveitamos para explicar quais são as principais tendências dessa área. Assim você poderá aplicá-las em seu trabalho. Portanto, leia os próximos tópicos com atenção!

Preocupação com a experiência do colaborador

Até pouco tempo, pagar em dia e respeitar a legislação trabalhistas eram práticas suficientes para uma ótima gestão de pessoas. No entanto, atualmente, nos mercados mais desenvolvidos, é preciso ir muito além disso: pensar na experiência do colaborador, de ponta a ponta.

Isso significa que desde o processo de contratação até a entrevista demissional os gestores de RH precisam pensar em como otimizar a experiência do empregado e torná-la mais apropriada. Isso gera satisfação e bem-estar, mas também rentabilidade para a empresa.

Um recente estudo da Sodexo mostra que organizações que investem na qualidade de vida dos seus empregados são, em média, 70% mais rentáveis, 76% mais atraentes para os novos talentos e 86% mais produtivas. Ou seja, a experiência gera ganhos para a organização.

Integração de novas modalidades de treinamento

Não há dúvidas quanto à importância do treinamento dos colaboradores. Caso sejam capacitados, podem cumprir as tarefas diárias com agilidade, mitigar o número de falhas e atender com excelência aos clientes. A questão é: como realizar o processo de capacitação?

Hoje, existem múltiplos canais. O treinamento presencial e dentro da empresa é só um deles, não necessariamente o mais utilizado. Existem modelos totalmente online, colaborativos, aqueles que usam jogos e até aplicativos mobile (m-learning).

Nesse sentido, uma forte tendência é a criação de universidades corporativas e cursos que podem ser acessados pelo próprio smartphone. O objetivo é tornar a capacitação cada vez mais flexível, adequada ao tempo e à disponibilidade do próprio profissional.

Flexibilização da jornada e trabalho remoto

Muitas empresas ainda são realmente preocupadas com a exatidão da jornada de trabalho. Os funcionários devem chegar e sair em um determinado horário, nem um minuto a mais ou a menos, salvo poucas exceções. Mas, claro, isso também tem mudado.

A flexibilização do horário de trabalho é grande, especialmente nas empresas inovadoras. Os talentos podem decidir o horário que vão entrar e sair, sem que isso prejudique sua produtividade. Essa flexibilização é acompanhada de metas e indicadores bem definidos.

De modo semelhante, o trabalho remoto ocupa cada vez mais espaço. Até pequenas empresas permitem que seus funcionários trabalhem a distância, e com tudo regulamentado por lei. Portanto, é importante ficar atento a essas questões.

Uso de métricas e indicadores-chave de desempenho

O RH é um dos setores mais importantes para a empresa. Ele determina a qualidade da força de trabalho, o nível de satisfação dos funcionários e toma uma série de decisões que são importantes no dia a dia. Por exemplo, quem contratar, treinar e demitir.

Uma forte tendência é o uso de dados e informações que subsidiem ótimas decisões. Os gestores não podem mais se basear só no que acham, pois muitas vezes contam com uma visão parcial e que enviesa a decisão tomada. Logo, é preciso utilizar métricas e indicadores.

Eles podem ser monitorados com maior facilidade ao usar boas tecnologias, pois os softwares cruzam certos grupos de dados para gerar informações pertinentes. Assim, o gestor tem acesso a relatórios completos e pode decidir com maior grau de acerto. Destaca-se que nesse cenário há várias opções que podem ser utilizadas, como o índice de turnover.

Metodologias de melhoria contínua do trabalho

Antes, as empresas estavam em mercados quase que estáveis. Pouca coisa mudava ao longo dos anos, e isso reduzia a competitividade. Hoje, porém, tudo muda em alta velocidade. Com frequência, grandes empresas deixam de existir e outras surgem.

Nesse novo mercado, chamado de indústria 4.0, melhorar continuamente é quase uma obrigação. Isso significa que a gestão de pessoas deve estar inserida em um método de evolução constante, objetivando mitigar ou eliminar pontos frágeis e reforçar pontos fortes.

Veja o processo de recrutamento e seleção. Ele deve ser cada vez mais moderno para “garimpar” o mercado de trabalho e garantir que os maiores talentos façam parte da firma, de forma rápida, econômica e acertada. Do contrário, a gestão de RH estará em desvantagem.

Há muitos métodos que subsidiam a melhoria contínua. O mais tradicional é o ciclo PDCA. Ele começa com o planejamento do que deve ser feito, passa para a execução e depois para a avaliação dos resultados obtidos. Por fim, resulta na implementação de ações corretivas.

Modernização dos processos de gestão de pessoas

Muitas empresas estão redesenhando seus processos de gestão de pessoas para aproveitar as ferramentas digitais. Cada vez mais, contam com tecnologias capazes de maximizar os resultados obtidos e garantir o êxito na gestão de RH. A questão é: quais tecnologias usar?

Há muitas possibilidades. No processo de contratação de novos profissionais, por exemplo, softwares de recrutamento e sistemas de entrevista por vídeo têm grande destaque. Essas ferramentas ajudam a triar talentos, contratar as pessoas certas e reduzir custos.

É preciso, porém, ter atenção para não ficar atrás da concorrência. Insistir em processos obsoletos enquanto os concorrentes investem em tecnologias de ponta é um grande risco. Isso pode prejudicar não apenas a gestão de pessoas, mas todo o empreendimento.

Enfim, como você pôde observar, muitas coisas estão mudando. Nesse contexto, melhorar a experiência do colaborador, integrar novas modalidades de treinamento e investir em tecnologias de contratação são atitudes praticamente obrigatórias, pelo menos para as empresas que desejam se manter competitivas. Ao adotar as principais tendências, o negócio poderá ter resultados surpreendentes.

E então, gostou do nosso artigo? Entendeu quais são as principais tendências de gestão de pessoas e desenvolvimento humano? Agora, aproveite para nos seguir nas redes sociais e acompanhar nossas novidades. Estamos no LinkedIn, Twitter e Facebook. Vamos lá!


About

Plataforma tecnológica perfeita para seu RH: Compleo ATS: Software de Recrutamento e Seleção que ajuda você a gerenciar as etapas do seu processo seletivo, desde a abertura da vaga, divulgação, triagem, testes, entrevistas e organização de todas as etapas para que você possa contratar o melhor candidato no menor tempo possível. Compleo Vídeo: Software de entrevistas via vídeo que ficam gravadas para serem assistidas a qualquer momento por você, sua equipe ou seus clientes. Ajuda você a não gastar tempo com entrevistas presenciais desnecessárias e também o seu candidato a não ter que se deslocar fisicamente.

Leave Comment